15 C
Curitiba
sábado, 18 maio 2024

Terminada a etapa nos bairros, Fala Curitiba prepara votação das prioridades regionais

Terminou nesta quarta-feira (7/6), na Regional Portão, a rodada de reuniões nos bairros da consulta pública Fala Curitiba. Depois de 29 encontros com cerca dede 4,5 mil participantes nas dez regionais administrativas em que a cidade está dividida, moradores de toda a cidade se preparam para a fase da votação dos pedidos que estarão na próxima LOA (Lei Orçamentária Anual), para a Prefeitura atender em 2024.

A votação das ações, apontadas nos encontros de bairros acontecerá entre 24 e 28 de julho. Serão duas reuniões por noite, sendo uma em cada Regional, sempre a partir das 19h. É lá que os moradores elegerão o que é prioritário para os seus bairros, uma vez que a LOA, por ter recursos limitados para aplicar, não pode abarcar todas as ações sugeridas. A votação também estará disponível pela internet e pelo Fala Móvel a partir do dia 17 de julho.

“É um exercício de cidadania, de maturidade com relação ao ideal e o possível. É como decidir sobre a reforma que a gente quer fazer em casa, mas de acordo com o dinheiro disponível, de maneira realista. E dá pra fazer muita coisa boa”, disse o vice-prefeito e secretário estadual das Cidades, Eduardo Pimentel, que acompanhou o andamento de dez reuniões.

Atendimento ágil

Desde 2017, quando começou a gestão do prefeito Rafael Greca, 403 demandas comunitárias foram acolhidas pelo Fala Curitiba e encaminhadas para a LOA até 2021. Destas, 85% já foram atendidas.

Exemplos delas estão em todas as regionais. Entre elas está a comunidade do Jardim Esplanada, no bairro Seminário, onde mora e trabalha o corretor de seguros Roger Cavichiolo.

Há 5 anos, na Regional Portão, moradores do bairro Seminário lembram com satisfação do Fala Curitiba 2018, quando compareceram à reunião de bairro para pedir providências para o Córrego Hermes Fontes, no Jardim Esplanada. O curso de água, que passa no meio da Rua Arthur Suplicy de Lacerda, acabara de sofrer desmoronamentos em três pontos de suas margens.

“Apesar de pequena, nossa comunidade conseguiu 601 votos. Tudo começou a ser encaminhado no ano seguinte e, em meados de 2020, estava pronto”, relembra o corretor sobre a mobilização no Fala Curitiba. A obra alargou e fez a contenção do córrego com barreiras ao longo de 646 metros, prevenindo alagamentos. “Vale muito a pena. Funciona”, garantiu.

O Fala Curitiba está sob a coordenação e acompanhamento do Instituto Municipal de Administração Pública (Imap).

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 117 | ABRIL/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS