Já eram três jogos sem vitória no Paranaense e a piazada estava com saudade. O Toledo não tinha nada a ver com isso, mas pagou a conta. O time do interior não viu a bola neste sábado (15), no Joaquim Américo, numa tarde em que Pedrinho comandou o Athletico e marcou todos os gols no triunfo por 3 a 0.

Desde o apito inicial, o Rubro-Negro mostrou que não deixaria o adversário sequer respirar. Mesmo com a retranca montada pelo Toledo, o Athletico pressionava de todas as maneiras. O gol já estava maduro quando, aos 34’, Reinaldo soltou uma bomba de fora da área e Pedrinho aproveitou o rebote para abrir o placar. 

Ainda no primeiro tempo, um chutaço de Breno Lopes quase ampliou a contagem. Mas a bola explodiu na forquilha. Breno ficou com o gosto do gol na boca, ia quase marcando logo aos 4’ da segunda etapa quando foi derrubado. Jáderson, que jogava muito, bateu o pênalti, mas parou no goleiro.

Era hora de mais bola na rede. E na jogada que começou com Reinaldo e passou por Mingotti, a bola novamente encontrou Pedrinho, lá na pequena área: 2 a 0 aos 7’. 

A partir daí a retranca se abriu e o Athletico passou enfileirar gols. Mingotti, começando pela primeira vez como titular, fez o dele. Jáderson marcou para compensar o pênalti perdido. Jajá, que havia acabado de entrar, também. Mas os três gols foram anulados pela arbitragem.

Não poderia ficar por aí. O melhor estava guardado para o final. Aos 40’, Pedrinho recebeu na entrada da área, deixou dois zagueiros para trás, ajeitou e mandou na gaveta! Um golaço para consagrar uma tarde mágica do camisa 11.

A vitória voltou a estar do nosso lado. E pelo Estadual, o Furacão volta a jogar em casa no próximo sábado (22). Mas tem mais Furacão em campo bem antes. Amanhã (16), é dia de buscar mais uma taça!