Vitória na estreia

Com goleada sobre o Cianorte, na tarde deste domingo (10), o Coritiba estreou na Taça Dirceu Krüger, o segundo turno do Campeonato Paranaense, fazendo 4 a 0 sobre o time do interior. Os gols do Coxa foram marcados por Rodrigão (2), Giovanni e Alan Costa.

Agora o Coxa enfrenta o Cascavel na segunda rodada, no estádio Major Antônio Couto Pereira. O jogo acontece no domingo (17), às 16h.

O Coritiba foi a campo com novidades na escalação em relação ao último jogo no Paranaense. Alex Muralha, Patrick Brey, Matheus Bueno e Thiago Lopes iniciaram entre os titulares. Assim, na primeira partida à frente do Coxa, Umberto Louzer colocou em campo a equipe escalada da seguinte maneira: Alex Muralha, Felipe Mattioni, Alan Costa, Sabino, Patrick Brey, João Vitor, Matheus Bueno, Giovanni, Thiago Lopes, Juan Alano e Rodrigão.

Já no primeiro minuto de bola rolando, o Coxa teve a primeira chance de gol, após um erro do Cianorte. Rodrigão limpou do goleiro e ficou cara a cara para marcar, mas a bola foi para a rede pelo lado de fora. Pouco depois, Juan Alano tentou o passe para Rodrigão, que ficou caído pedindo a falta, mas a arbitragem nada assinalou. Juan Alano também arriscou de fora da área, após dominar no peito, porém a bola subiu muito.  

Aos 15’ de jogo, Felipe Mattioni precisou deixar o campo e foi substituído por Vitor Carvalho. Logo depois, Giovanni arriscou de longe e a bola fez uma curva com efeito, obrigando o goleiro Veloso mandar para escanteio. Aos 31’, em uma jogada bem trabalhada, Patrick Brey passou para Giovanni, que mandou uma bomba novamente por cima do gol.

As primeiras chances do Verdão mostravam que o Coritiba queria impor o jogo mesmo fora de casa. O Cianorte tentava armar as jogadas no ataque, mas era parado pelo sistema defensivo coxa-branca. O Coritiba, por sua vez, insistia para abrir o placar.

O Coxa ia tentando até que o gol saiu. Matheus Bueno deu um passe na medida para Rodrigão, que recebeu e mandou com qualidade para as redes. E aí o segundo não demorou a sair. Em contra-ataque rápido, Thiago Lopes pela direita passou para Giovanni completar e comemorar com a equipe.

Antes mesmo do apito final da primeira etapa, o Coritiba fez mais um. Giovanni cobrou falta e Alan Costa subiu mais que todo mundo e cabeceou para o gol fazendo três a zero para o Coxa.

Para o segundo tempo, o Coxa voltou com a mesma formação e já com vantagem no placar, seguia administrando o jogo, mas querendo aumentar o número de gols. Por sua vez, o time da casa buscava se reinventar, mas nas chegadas mais agudas, parava nas defesas do goleiro Alex Muralha, como no chute de Matheus Nego, aos 11’.

No minuto seguinte, o Coxa balançou as redes com Rodrigão novamente, mas o árbitro assinalou o impedimento na jogada, anulando o gol. Mas seria dos pés dele, que o Coxa faria mais um. Thiago Lopes passou para Rodrigão, que caiu e mesmo assim conseguiu fazer seu segundo gol no jogo, o quarto do Coritiba.

O treinador Umberto Louzer promoveu as outras duas alterações na equipe alviverde, colocando Igor Paixão e Romércio nas vagas de Thiago Lopes e Alan Costa. Até o fim do jogo, o Coritiba administrou o placar e levou os três pontos para Curitiba.