Foi o primeiro compromisso do time principal do Rubro-Negro na temporada. Mesmo nos 2.850 metros de altitude da capital do Equador, após uma viagem de mais de sete horas, o conjunto athleticano teve uma atuação segura, sem dar qualquer chance ao adversário.

A única vez que o Aucas ameaçou o gol defendido por Bento foi aos 15′ do primeiro tempo. Em uma bola rebatida dentro da área, o centroavante Fydriszewski acabou jogando de zagueiro e afastando a bola de perto da meta.

O Athletico, que adotou uma postura cautelosa no começo da partida, começou a tomar conta do jogo a partir dos 25′. Léo Cittadini teve a primeira boa chance do Furacão aos seus pés, após cruzamento de Abner, mas não conseguiu finalizar com precisão.

E com o time vermelho e preto rondando com mais frequência a área do rival, o gol não demorou muito para sair. Aos 37′, Nikão bateu escanteio e Erick desviou na primeira trave. A bola bateu na trave, o zagueiro tentou tirar, mas ela já tinha entrado: 1 a 0!

Com o placar favorável, o Athletico administrou o jogo na segunda etapa. Mantendo a organização tática durante os 90 minutos, o Rubro-Negro não deu ao adversário uma oportunidade de gol sequer.

O segundo gol poderia ter saído em um belo chute de Khellven de fora da área. E esteve muito próximo na finalização do estreante Matheus Babi. Mas o mais importante já estava garantido: três pontos na estreia da temporada!