Créditos: Marco Oliveira/Site Oficial

“El Paranaense” voltou: Furacão disputará a Libertadores pela quinta vez

“El Paranaense” está de volta! O Atlético Paranaense garantiu, neste domingo (11), a quinta participação na Copa Libertadores da América, torneio mais importante do continente. O Furacão também esteve presente na competição em 2000, 2002, 2005 e, mais recentemente, em 2014.

Em sua estreia na Libertadores, em 2000, o Rubro-Negro emplacou uma das melhores campanhas da primeira fase daquele ano. Invicto, conquistou cinco vitórias e um empate. O Atlético Paranaense deixou para trás Nacional [Uruguai] Emelec [Equador] e Alianza Lima [Peru]. Nas oitavas de final, foi superado pelo Atlético Mineiro, nos pênaltis.

Dois anos depois, os atleticanos chegaram ao torneio como campeões brasileiros. Porém, “El Paranaense” não conseguiu passar da primeira fase, com uma vitória, dois empates e três derrotas. A chave era formada por América de Cali [Colômbia], Olmedo [Equador] e Bolívar [Bolívia].

A campanha de 2005 foi histórica. O Furacão ficou próximo do título, terminando como vice-campeão. Na primeira fase, o Clube se classificou com três vitórias, um empate e duas derrotas, no grupo que contou com América de Cali [Colômbia], Libertad [Paraguai] e Independiente Medellín [Colômbia].

Nas oitavas, o Rubro-Negro eliminou o Cerro Porteño, do Paraguai, nos pênaltis. Na etapa seguinte, o adversário foi o Santos e a classificação aconteceu com vitória na Vila Belmiro.

A semifinal teve como adversário o Chivas [México] e o Atlético Paranaense garantiu a vaga na final com uma goleada por 3 a 0 em Curitiba e empate em 2 a 2 no México. Na final, o Rubro-Negro não pode atuar em casa. O Furacão empatou com o São Paulo no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), e perdeu no Morumbi.

A mais recente participação atleticana foi em 2014. Na fase preliminar, a vaga veio após um memorável duelo diante do Sporting Cristal, do Peru, na Vila Capanema. Na etapa de grupos, o Furacão não conseguiu a classificação, com três vitórias e três derrotas. A chave contou com Vélez Sarsfield [Argentina], The Strongest [Bolívia] e Universitario [Peru].

No total, contando as quatro participações, o Furacão acumula 36 partidas na competição continental, com 18 vitórias, seis empates e 12 derrotas. O ataque marcou 55 gols, enquanto que a defesa sofreu 52.

Em 2017, o Furacão escreve mais um capítulo de sua história na Copa Libertadores da América. A competição, em novo formato, reunirá 47 equipes, de janeiro a novembro.

Antes da fase de grupos, a Libertadores terá três etapas preliminares. Na primeira delas, seis times disputam três vagas. Na sequência, 16 equipes, incluindo o Atlético Paranaense, serão divididas em oito confrontos, com partidas de ida e volta. Os classificados disputam um novo mata-mata, que definirá os quatro clubes que integrarão a fase de grupos.

O sorteio da Copa Libertadores está marcado para o dia 21 de dezembro, na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai.

Fonte: Site oficial do Atlético Paranaense