23.8 C
Curitiba
sexta-feira, 12 abril 2024

Biblioteca Pública do Paraná inaugura Estante Afro – Maria Águeda com mais de 500 livros

A Biblioteca Pública do Paraná (BPP) inaugurou neste sábado (2) a “Estante Afro – Maria Águeda”, com mais de 500 títulos de livros de autores negros, doados pelo Centro Cultural Humaitá. A doação foi feita por intermédio do escritor e ativista Kandiero, idealizador do Humaitá. As obras vão incorporar o acervo atual da biblioteca, que possui aproximadamente 750 mil itens.

Ao abrir a cerimônia de inauguração, o diretor da BPP, Luiz Felipe Leprevost, ressaltou que o ato é o início da construção do acervo. “Continuaremos recebendo doações. Esta ação representa o caráter democrático da instituição, sendo uma das poucas bibliotecas do Brasil a possuir um acervo totalmente dedicado à literatura negra”, afirmou.

Kandiero, responsável pela intermediação da doação do acervo, disse considerar este lançamento um momento histórico e que, de certa forma, coroa os 20 anos de ensino da história e cultura afro no currículo escolar. “Aos poucos vamos rompendo o consenso da invisibilidade e a visibilidade do consenso”, disse.

“Próximo do fim da década dos afrodescendentes (2015-2024), proposto pela ONU, cujo tema é justiça, reconhecimento, desenvolvimento e enfrentamentos de discriminações múltiplas, a Biblioteca Púbica do Paraná dá este passo e contribui com a valorização e visibilidade da presença negra e da cultura afro no Paraná”, ressaltou o ativista e editor à frente do Centro Cultural Humaitá.

O dia ainda contou com uma apresentação musical com Rubia Divino e Klüber, com repertório do álbum “Transborda”, da cantora. Bruno Leonardi, responsável pela Seção de Documentação Paranaense da BPP, Edicelia Souza, Kandiero e Rosane Arminda Pereira, todos ligados a movimentos afros, também participaram de uma mesa-redonda sobre a importância desta ação.

O público, formado por professores, líderes de instituições e movimentos negros, ressaltou a importância de um debate voltado à cultura afro, além de espaços educativos e culturais que destaquem a produção negra. 

O evento foi finalizado com o “Sarau das Marias”, composto por Claudia Maria Ferreira, Dilma Martins dos Santos, Jocilene Macario, Joselisa Teixeira de Magalhães, Rosane Arminda Pereira, Rosilda de Fátima Schimanski Taborda e Silvana Felipe Benedito (com leitura de Pedra Felipe Benedito).

Participaram da cerimônia a professora Clemilda Santiago Neto, diretora de Igualdade Racial, Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais da Secretaria da Mulher e Igualdade Racial; André Avelino, diretor de Ação Cultural e Incentivo à Cultura, da Secretaria da Cultura; e Angela Sarneski, da Rede Mulheres Negras – PR e Associação Laura dos Santos.

MARIA ÁGUEDA  O nome é uma homenagem à Maria Águeda, mulher livre e negra, vinda da região de Tindiqüera, hoje Araucária. Na Curitiba de 1804, ela se negou a obedecer ordens da esposa do capitão-mor da vila e, por isso, foi levada à prisão, tornando-se um dos símbolos da cultura afro-paranaense.

A estante ficará no hall térreo durante 15 dias e depois será abrigada na Seção de Documentação Paranaense, localizada no segundo andar da biblioteca. Entre os livros doados estão: “Um Defeito de Cor”, de Ana Maria Gonçalves; “Brasil Afro Alto Revelado”, de Miriam Alves; “Os Últimos Inéditos de Prosa e Poesia”, de Cruz e Souza; e “As Andorinhas”, de Paulina Chiziane.

A ação conjunta com a Secretaria de Estado de Cultura promove e fortalece as pautas relacionadas à cultura negra, não só no Paraná como no Brasil. A iniciativa tem um grande simbolismo e marca uma das principais missões de uma biblioteca: ser um local de encontro comunitário acolhedor, aberto e gratuito, onde todos podem refletir, compartilhar e debater.

BIBLIOTECA PÚBLICA DO PARANÁ – Criada em 1857, a Biblioteca Pública do Paraná é uma das maiores e mais importantes bibliotecas públicas do Brasil, com aproximadamente 750 mil livros, periódicos, fotografias, mapas, cartazes e materiais multimídia. Os serviços e projetos desenvolvidos pela instituição garantem acessibilidade e diversidade, tornando o espaço um dos centros culturais públicos mais visitados do país.

Serviço:

Biblioteca Pública do Paraná

Rua Cândido Lopes, 133, Centro

Curitiba/PR

3221 4900

bpp.pr.gov.br

facebook.com/bibliotecapr

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 116 | MARÇO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS