10.1 C
Curitiba
sexta-feira, 19 julho 2024

Bom para o bolso e para a saúde, Restaurante Popular do Capanema, da Prefeitura de Curitiba, completa seis anos da reabertura

Cardápio balanceado, produtos de qualidade e preço baixo é o que entrega o Restaurante do Capanema, primeiro Restaurante Popular da Prefeitura de Curitiba, que completa nesta quinta-feira (18/1) seis anos de sua reinauguração em 18 de janeiro de 2018. Desde a reabertura, o local já serviu refeições para mais de 747 mil pessoas.

Pioneiro em seu formato, o Restaurante do Capanema foi inaugurado em 1993, durante a primeira gestão do prefeito Rafael Greca, como um dos primeiros equipamentos de segurança alimentar do país. A construção foi fechada no começo de 2000 e, durante quase duas décadas, o imóvel foi usado por pessoas em situação de risco social e usuários de drogas, sendo reaberto por Greca em 2018.

O prefeito Rafael Greca comemorou a marca de seis anos da reinauguração e salientou a importância do local para a população.

“É com muita alegria que comemoramos o sexto ano desde a reabertura deste espaço que oferece comida boa, saudável e com preço acessível. Temos nos esforçado desde o primeiro dia para que nunca falte o pão de cada dia nas mesas curitibanas. Combater a fome sempre estará nas nossas prioridades”, disse o prefeito.

O secretário municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, Luiz Gusi, destacou a transformação que a reabertura do Restaurante do Capanema proporcionou na região. “Há seis anos este restaurante iniciou a revitalização da região transformando a parte de baixo do viaduto Capanema em um Complexo de Segurança Alimentar que tem, na outra ponta, a Escola de Segurança Alimentar Patrícia Casillo, uma unidade do Mesa Solidária e o Armazém da Família Capanema”, reforçou Gusi.

Restaurante Popular do Capanema é um dos cinco administrados pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN) e funciona para almoço de segunda a sexta, das 11h30 às 14h, servindo diariamente 500 refeições, com arroz, feijão, carne, um acompanhamento, salada e sobremesa, ao preço de R$ 3. Só no último ano, foram servidas 124.500 refeições.

Variedade e qualidade

Frequentadoras assíduas do Capanema, as colegas de trabalho Adelaide Camargo, 53 anos, e Esli Guerreiro, 59 anos, trabalham com serviços gerais na Rodoferroviária de Curitiba e aproveitam para almoçar no restaurante. “A comida aqui é deliciosa, sempre fresquinha e variada e é muito em conta. Por R$ 3 não como bem assim em lugar nenhum”, comenta Adelaide.

Para Esli, o almoço no Restaurante do Capanema também é uma solução para a rotina. Moradora do Pinheirinho, ela trabalha das 6h30 às 11h, e sai sempre com fome do trabalho. “Se eu sair daqui e ir até em casa e ainda ter que cozinhar fico com fome muito tempo, então o Capanema junta o útil ao agradável, além de ser mais barato que cozinhar eu consigo manter uma rotina boa de alimentação”, comenta. 

Mais do que um restaurante

Além de garantir uma alimentação balanceada sem pesar no bolso, o restaurante também se tornou um local de convivência para o mineiro Tiago Teixeira, 37 anos, que se mudou para Curitiba em 2023 e trabalha como motorista de aplicativo. “Eu comecei a frequentar o Restaurante do Capanema com o objetivo de economizar, mas me descobri comendo mais saudável do que em outros restaurantes, e também conhecendo pessoas novas e conversando mais”, conta o motorista.

Serviço

Restaurante Popular do Capanema
Horário: de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 14h
Endereço: Viaduto do Capanema, entrada pela Rua Ubaldino do Amaral, s/n, esquina com Avenida Affonso Camargo, próximo ao Mercado Municipal e a Rodoferroviária.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 120 | JUNHO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS