Os saques de Eder foram decisivos para a virada do Brasil no quarto set Alexandre Loureiro/Inovafoto/CBV

Foi um confronto válido pela Liga Mundial de vôlei, mas o jogo entre Brasil e Estados Unidos, no sábado (18), teve clima olímpico. Se foi uma prévia do que teremos em agosto, o torcedor brasileiro pode ficar otimista. A seleção brasileira impôs um ritmo forte de jogo, superou situações adversas, lidou bem com a pressão e conquistou a vitória por 3 sets a 1, com parciais de 25/19, 25/15, 22/25 e 25/22, em 2h03min de partida. Wallace foi o maior pontuador do Brasil, com 18 pontos.

Para o levantador Bruninho, a equipe está em evolução para manter a mesma intensidade mostrada nas duas primeiras parciais contra os Estados Unidos em todos os sets. “A gente conseguiu ver que o time está jogando bem. Jogar no nível dos dois primeiros sets o jogo todo não é fácil, mas a gente busca isso. Se jogarmos com essa intensidade, seremos um time difícil de ser batido”, projeta.

Mesmo a derrota na terceira parcial, quando a seleção chegou a ficar sete pontos em desvantagem e reagiu no final do set, foi valorizada por Bruninho. “A gente também precisa passar por dificuldades. Ganhar por 3 sets 0 e não sentir um momento de tensão, de repente, não ia ser tão importante quanto foi a partida de hoje. Depois dos dois primeiros sets que a gente dominou amplamente, a gente teve que suar muito”.

A Arena Carioca 1 será palco do vôlei nos Jogos Rio 2016, mas o cenário do Parque Olímpico da Barra, a vibração do público de 9.573 espectadores e o horário da partida, que teve início às 23h10, criaram a atmosfera da partida, que se repetirá pelo Grupo A das Olimpíadas, entre duas equipes favoritas ao ouro.

“Acho que o time se saiu muito bem, manteve um nível alto de jogo e se ambientou ao clima de Olimpíada que foi formado”, avaliou o central Eder. “Hoje pode ter sido uma prévia da final olímpica. A gente sabe que os Estados Unidos são um time de muita qualidade, que vêm demonstrando isso ao longo dos anos. Foi muito bom ter conseguido essa vitória. É importante para a moral do grupo”, prosseguiu.

Campanha

O Brasil sai com um saldo positivo nesta primeira rodada da Liga Mundial, disputada no Rio de Janeiro. Foram duas vitórias de 3 sets a 0, contra Irã e Argentina, e uma por 3 sets a 1, contra os Estados Unidos. Todas as equipes estão classificadas para os Jogos Rio 2016.

Na próxima semana, a seleção embarca para a Sérvia, onde enfrenta os donos da casa na quinta-feira (23), novamente o Irã, na sexta-feira (24) e a Bulgária, no sábado (25). Os jogos serão válidos pela segunda rodada da Liga Mundial.

Nas Olimpíadas

Na primeira fase das Olimpíadas, o Brasil fará sua estreia contra o México, no dia 7 de agosto, às 11h35. Depois, a equipe dirigida pelo técnico Bernardinho enfrentará Canadá, no dia 9; Estados Unidos, no dia 11; Itália, no dia 13; e França no dia 15, sempre às 22h35. Os quatro jogos noturnos obrigarão os atletas a mudarem a rotina de alimentação e descanso, como foi no confronto deste sábado.