19.8 C
Curitiba
quarta-feira, 24 abril 2024

Campanha de vacinação contra a gripe começa pelas crianças em Curitiba

Curitiba iniciou nesta segunda-feira (25/3) a campanha de vacinação contra a gripe de 2024 de forma escalonada. As crianças que têm de 6 meses a menos de 3 anos de idade foram priorizadas, assim como os trabalhadores de saúde da rede municipal. Os demais públicos prioritários, definidos pelo Ministério da Saúde, serão convocados para se imunizar à medida que a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) receber novos lotes da vacina.

Logo pela manhã, a analista de marketing Kazue Takasaki Santos, de 30 anos, estava na Unidade de Saúde Mãe Curitibana com a filha Julia, de 2 anos. Na agenda do dia havia duas vacinas – tríplice viral e varicela. Ao saber do início da campanha da gripe, a mãe decidiu por aplicar todas as doses recomendadas.

“Eu sempre mantenho a carteira de vacinação em dia. Para evitar as doenças futuras, para que nada aconteça com ela e para a gente não se sentir culpada depois”, disse Kazue ao acompanhar a alegria da filha brincando na área de espera da unidade. “Tenho dó quando são várias vacinas, mas é melhor fazer tudo de uma vez e deixá-la protegida”, finalizou.

Já Cristiane da Silva Amaral, professora de educação Infantil, levou o filho Ravi, de 1 ano e meio, para uma consulta. Como chegou cedo para o compromisso, resolveu vacinar o menino contra a gripe.

“Nesse mundo cheio de epidemia e pandemia, a gente tem que se prevenir de todas as formas possíveis. E a vacina é a melhor delas”, declarou Cristiane com o garoto de cabelos encaracolados no colo. Segundo ela, Ravi é muito forte e só chora um pouquinho na hora da picada, mas logo passa.

Segundo o diretor do Centro de Epidemiologia da SMS, Alcides de Oliveira, a expectativa é que as famílias procurem a vacinação o quanto antes, para garantir a imunidade contra os vírus respiratórios que circulam principalmente no outono e inverno.

“Essa antecipação da campanha da influenza para o fim do mês de março é importantíssima. A vacina demora em torno de 15 dias para fazer efeito. Ao se imunizar antes das quedas de temperatura, as pessoas estarão protegidas e poderemos evitar as formas graves da gripe”, recomendou.

A vacina está disponível para as crianças convocadas em 103 unidades de saúde da capital paranaense. Os endereços podem ser conferidos no site Imuniza Já Curitiba.

Já os trabalhadores da rede municipal, também convocados neste primeiro momento da campanha, serão imunizados em seus postos de trabalho.

Outros trabalhadores da Saúde

Na quarta-feira (27/3), a convocação será ampliada para os trabalhadores da Saúde autônomos ou que atuem em hospitais e outros estabelecimentos. Eles receberão a dose no Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren-PR), na Rua Professor João Argemiro Loyola, 74, no Seminário. A vacinação para trabalhadores da Saúde, no Coren, será realizada das 8h às 12h e das 13h às 17h.  

Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba informa que os demais grupos prioritários serão chamados posteriormente, após o recebimento de novas doses.

A vacina contra a gripe oferecida pelo SUS é trivalente e protege contra a cepa da influenza B, influenza A H1N1 e influenza A H3N2. A vacina é contraindicada para menores de 6 meses e também para pessoas que tiveram reação anafilática grave em doses anteriores.

Orientações para vacinação

Para se vacinar, é preciso apresentar documento de identificação. No caso dos trabalhadores da Saúde, também é preciso documentação que comprove a sua situação de inclusão neste grupo prioritário.

Para os pais e responsáveis, a SMS orienta que, na medida do possível, evitem buscar a vacinação para as crianças nas unidades mais centrais, cujo movimento é maior, e priorize as demais. A SMS também orienta que os usuários cheguem com pelo menos 15 minutos de antecedência antes de horário de fechamento da unidade de saúde, para realizar qualquer vacina.

Demais públicos

Além dos públicos convocados neste primeiro momento, fazem parte dos grupos prioritários previstos pelo Ministério da Saúde, para a campanha 2024 de vacinação contra a gripe: crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 60 anos ou mais, gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filho até 45 dias), professores do ensino básico e superior, indígenas, pessoas em situação de rua, profissionais da força de segurança e salvamento, profissionais das forças armadas, pessoas com doenças crônicas, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo, trabalhadores portuários, população privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade.

Fazem parte de todo o público prioritário na capital paranaense 665 mil pessoas. Os grupos serão convocados gradualmente e de forma escalonada, na medida em que forem disponibilizadas novas doses à Curitiba pela Secretaria de Estado da Saúde.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 116 | MARÇO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS