18.2 C
Curitiba
segunda-feira, 24 junho 2024

Campeonato promove a integração de pessoas em situação de rua

A equipe do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) Bairro Novo foi a campeã do 1º Footpop 2019, campeonato de futebol de salão que reuniu 40 homens que vivem em situação de rua em Curitiba e são atendidos pelo município. Os jogos começaram no dia 26 de junho e a final aconteceu nesta quarta-feira (3/7), na quadra da Rua da Cidadania do Carmo, no Boqueirão. 

Premiados com medalhas e troféus, todos os jogadores, com idades entre 18 e 62 anos, participaram do campeonato com dedicação. Antes do início dos jogos, eles foram avaliados pelo médico voluntário Onildo Palhari, do Hospital Menino Deus, e receberam uniformes.

Igor Rafael do Carmo Barreto, 25 anos, saiu da competição com duas medalhas, uma de melhor jogador e outra pela segunda colocação nos jogos. Segundo ele, o esporte é apenas uma das oportunidades oferecidas pela Prefeitura para a população de rua. “Não sabia que tinha todas essas pessoas preocupadas com a gente. Elas nos oferecem muitas chances e só fica na rua quem quer”, disse o rapaz.

Igor chegou a Curitiba, em 2005, vindo de Campo Grande (MS) e foi atendido pela Fundação de Ação Social (FAS), nos últimos quatro meses, quando recebeu acolhimento, alimentação e a chance de fazer vários cursos profissionalizantes.

Trabalhando há 30 dias como mecânico em uma empresa que aluga bicicletas, ele conseguiu locar uma casa e, nesta quarta-feira, participou da última atividade com a equipe do Centro Pop Rebouças. O próximo desafio será conciliar o trabalho com as aulas em um curso técnico que fará no TECPUC, onde conseguiu uma bolsa com o apoio da FAS.

Esporte

O 1º Footpop foi organizado pelo educador social Cláudio Aparecido Silvério, da FAS, em parceria com a Secretaria Municipal do Esporte Lazer e Juventude (Smelj), responsável pela montagem das tabelas, arbitragem e premiação.

O presidente da FAS, Thiago Ferro, explica que o esporte é uma das ferramentas usadas pelo município para fazer com que as pessoas possam fazer novos planos de vida e sair das ruas. “Com o esporte podemos fazer com que eles melhorem a autoestima, possam se divertir e se integrar à sociedade”, diz.

Premiação

Além da equipe do Bairro Novo, que ficou em primeiro lugar, o campeonato contou com jogadores dos Centros Pop Rebouças, segundo colocado, do Boqueirão, que ficou em terceiro lugar, e Plínio Tourinho, quarto colocado. Todos os times receberam troféus.

Também foram premiados com medalhas o goleiro menos vazado (Flávio dos Santos), o artilheiro da competição (Maike Donavan da Silva) e os capitães da equipe Bairro Novo, Norici Rodrigues, do Rebouças, Luís Fernando Machado, do Boqueirão, Rudinei Augusto Ferreira, e da Plínio Tourinho, Fernando Nunes.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS