O Cine Passeio ganhou menção honrosa nesta segunda-feira (21/3) durante o anúncio do Prêmio Human City Design 2021, que destaca projetos desenvolvidos para promover a harmonia entre os cidadãos e o ambiente urbano, com foco na formação de cidades sustentáveis. Organizada pelo governo metropolitano de Seul, capital da Coreia do Sul, a premiação foi anunciada em cerimônia oferecida pela Seoul Design Foundation (SDF).

O projeto foi desenvolvido pelos arquitetos Mauro Magnabosco e Carla Choma, ambos do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc); e pela também arquiteta Dóris Teixeira, da Fundação Cultural de Curitiba. Inscrito pelo Ippuc, o Cine Passeio atendeu aos critérios voltados para as relações de humanos com humanos, humanos com a natureza e humanos com o ambiente urbano.

Após passar por várias etapas, foi classificado entre os dez finalistas da competição, chegando à última fase após análise de um júri técnico formado por profissionais de diversos países e votação de júri popular voltado para os coreanos.

“O Cine Passeio é motivo de orgulho porque devolveu à cidade de Curitiba um espaço de promoção cultural. Símbolo de reciclagem de um antigo quartel construído na década de 1930 e de requalificação urbana, a edificação faz parte do programa municipal Rosto da Cidade, de recuperação de edificações históricas”, comenta Magnabosco.

Nesta edição, foram inscritos 100 projetos de 22 países, tendo como finalistas: Accessible Beaches (Mugla, Turquia), Cine Passeio (Curitiba, Brasil), Den-paku Hotel (Amami, Japão), Gardens in the Air – Neighbourhood lights (Sevilla, Espanha), House of Dreams (Dengfeng – Zhoushan, China), La Mexicana Park (Cidade do México, México), OOZOORO1216 (Jeonju, Coreia do Sul), Place des Possibles (Royans, França), Trash Busters (Seul, Coreia do Sul) e Yujidao Park (Nanchong, China).

Esta foi a terceira edição do evento, que neste ano contou com projetos das áreas de produto, visual, digital e multimídia, espaço e sistema, experiência, serviço e social. Destacado nos últimos dois anos como um dos principais prêmios mundiais de design, o Human City Design tem por base cinco valores essenciais: criatividade e inovação, sustentabilidade, publicidade e compartilhamento, participação e cooperação e impacto positivo na vida.

O Prêmio

Na edição de 2021, o grande vencedor foi projeto Casa dos Sonhos, na China, que requalificou cavernas com a ajuda da comunidade local.

Os vencedores do Human City Design Award de 2019 e 2020 foram “Dunoon Learning and Innovation Project”, projeto de regeneração urbana e social de um assentamento localizado a 20 km da Cidade do Cabo, na África do Sul, e “Incontáveis Cidades”, um projeto que transformou áreas degradadas e abandonadas de Favara, da comuna de Favara, na Sicília, em espaços para exposições de arte contemporânea e interação comunitária.

Curitiba também integra a Rede de Cidades Criativas da Unesco. Com a capital paranaense participam do grupo, na categoria Design, cidades como Buenos Aires (Argentina), Nagoya (Japão), Shenzhen (China), Shangai (China), Bilbao (Espanha) e Graz (Áustria). O Selo Curitiba Cidade do Design da Unesco tem um comitê gestor formado por representantes do município, do setor acadêmico e da sociedade civil.