Como parte do Dia do Motociclista, nesta quarta-feira (26/7) agentes da Escola Pública de Trânsito (EPTran) fizeram orientações de segurança na Avenida Victor Ferreira do Amaral, no bairro Alto da XV.

Dados da Setran apontam que pilotar de forma cuidadosa e segura nunca foi tão necessário. O número de acidentes envolvendo motocicletas aumentou em 8,90% nos anos de 2020 e 2021.

Os números estão ligados principalmente a dois fatores: o aumento da frota de motos em Curitiba, que teve um acréscimo de 3,92% entre 2020 e julho de 2022, e a maior quantidade de pedidos de entrega em domicílio em decorrência da pandemia do covid-19.

Orientações

Quem passou pela Victor Ferreira do Amaral nesta quarta recebeu antenas corta-pipa e flyers informativos reforçando as normas de segurança adequadas para o uso de motos no trânsito.

“Hoje nós procuramos orientar o motociclista a respeitar os limites de velocidade, não usar o celular enquanto pilota, não utilizar os corredores, tomar cuidado ao cruzar as linhas férreas e usar o capacete de forma apropriada”, disse o coordenador operacional da Superintendência de Trânsito (Setran) Jayme Rodrigo de Paula.

Para o motoboy Antonio Gomes da Silva, que participou da ação, atividades de conscientização como essas são necessárias para reforçar estes cuidados.

“Nós temos que ter uma atenção redobrada no trânsito. Como não temos proteção nenhuma no corpo, ficamos muito vulneráveis a acidentes. Eu procuro dirigir de forma defensiva e cuidadosa e até hoje não sofri nenhum acidente”, afirmou Antonio.

Já para Silvia Leite, motociclista há cinco anos, é importante prestar atenção às atitudes irresponsáveis dos outros motoristas ao pilotar.

“Muitos motociclistas desrespeitam as regras de trânsito e colocam outras pessoas em risco. Além de cuidar de nós mesmos, também temos que cuidar destes colegas que vivem com pressa e cometem infrações”, alerta ela.

Prevenção

Para o gerente de pesquisa e estatística de trânsito da Setran Gustavo Garrett, além das condutas adequadas dos motociclistas, a adoção de recursos como as motocaixas antes dos semáforos é algo que ajuda na prevenção de acidentes. Pesquisas de campo apontam que a medida tem uma grande adesão por parte da população, gerando uma maior fluidez no trânsito e um aumento na segurança de motociclistas e pedestres.