15.4 C
Curitiba
sexta-feira, 24 maio 2024

Dez dicas para viajar e ajudar o meio ambiente

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, em 5 de junho, o Ministério do Turismo promove a campanha Passaporte Verde, para estimular os viajantes, donos de pousadas, hotéis, bares e restaurantes a fazerem escolhas sustentáveis, que não degradem o meio ambiente.

A campanha Passaporte Verde apresenta formas simples para que os viajantes tornem o turismo uma atividade sustentável, que respeita o meio ambiente e a cultura ao mesmo tempo em que promove o desenvolvimento socioeconômico das comunidades. O objetivo é sensibilizar o turista quanto ao seu potencial de contribuir com o desenvolvimento sustentável local por meio de escolhas responsáveis durante o período de férias e lazer.

Conheça algumas práticas que podem tornar sua viagem mais sustentável:

– Ao escolher um voo direto, o turista economiza tempo ao mesmo que reduz as emissões de carbono;
– Evite hospedar-se em estabelecimentos construídos em Áreas de Preservação Permanente, como beiras de rios, lagos e praias, topos de morros ou encostas muito inclinadas, restingas e manguezais e outros ecossistemas frágeis. Outra dica é ficar em hotéis próximos aos atrativos que deseja conhecer para economizar em transporte e reduzir a emissão de poluentes;
– Busque roteiros que permitam conhecer a cultura e as belezas naturais e vivenciar o ritmo local;
– Leve uma garrafa de água reutilizável, em vez de comprar garrafinhas descartáveis e aumentar a geração de resíduos;
– Em ambientes naturais, recolha o lixo que produzir;
– Tenha cuidado especial com sacolas plásticas na praia, elas podem voar e ser ingeridas pela fauna marinha;
– Dê preferência ao transporte público e, se alugar um carro escolha o modelo mais econômico possível para reduzir o consumo de combustível. Nos carros flex, opte pelo etanol que é uma fonte renovável;
– Ao fazer as malas, escolha roupas que não precisam ser passadas, assim é possível reduzir o consumo de energia;
– Ao ir às compras durante a viagem, dê preferência aos produtos locais, essa é uma forma de contribuir com a geração de empregos e aumentar a renda dos moradores;
– Para economizar água só peça para trocar toalhas e enxoval no hotel se for realmente necessário. Isso ajuda a minimizar a estatística de que cada turista consome quase três vezes mais água do que os residentes.

O Passaporte Verde é uma parceria do Ministério do Turismo, com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), e os ministérios do Meio Ambiente e do Esporte.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS