19.8 C
Curitiba
quarta-feira, 24 abril 2024

Dois mil trabalhadores buscam oportunidades no Feirão do Emprego

Desempregado há um mês, Marcos Santos Nascimento, 53 anos, foi cedo ao Mega Feirão do Emprego da Construção promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-PR), neste sábado (24/9), no Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep).  

O evento atraiu aproximadamente 2 mil trabalhadores e reuniu construtoras, incorporadoras e prestadoras de serviços interessadas em contratar trabalhadores que buscam novas oportunidades no mercado de trabalho formal, além de fabricantes da cadeia produtiva. Cinco mil vagas de emprego foram ofertadas durante todo o dia, com salários que podem chegar a R$ 9 mil.

“Entreguei os dez currículos que eu trouxe e agora é torcer para ser chamado”, contou Nascimento, que trabalhava como camareiro de hotel. Com experiência na área da construção civil, ele se inscreveu para vagas de servente de pedreiro, auxiliar de serviços gerais e almoxarife.

O vice-prefeito Eduardo Pimentel participou da abertura do Mega Feirão. “Agradecemos a todas as empresas da construção civil que estão aqui ofertando vagas de trabalho, pois sabemos que não há uma oportunidade melhor para uma pessoa do que um emprego”, disse.

Pimentel ressaltou a importância da capacitação dos trabalhadores neste momento de aceleração da economia, após o período mais crítico da pandemia. Para o vice-prefeito, o feirão foi também uma oportunidade para os trabalhadores se aperfeiçoarem. “O grande desafio hoje é a capacitação para as vagas e aqui todos encontram a chance de se capacitarem”, concluiu.

Cursos gratuitos

Durante o evento, o Sistema Fiep apresentou cursos técnicos e ofereceu cursos profissionalizantes gratuitos voltados para a indústria da construção. Entre eles os cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA), de aperfeiçoamento para pedreiro de alvenaria, de aperfeiçoamento e montagem de formas de construção e ferragens e de leitura de projetos.

Exclusivamente para as mulheres foram ofertados os cursos de técnicas de execução e manutenção de instalações elétricas residenciais e manutenção de serviços hidráulicos.

O presidente do Sinduscon-PR, Rodrigo José Assis, disse que a realização do Mega Feirão é uma resposta à possibilidade de falta de mão de obra, uma preocupação existente atualmente no setor da construção. “A indústria da construção civil gera empregos e responde rápido ao incremento do serviço e para isso precisa de trabalhadores, principalmente qualificados”, disse ele, na abertura do evento.

Assis agradeceu a parceria da Fiep, do Governo do Estado e da Prefeitura de Curitiba para a realização do evento que atraiu centenas de trabalhadores.

Para facilitar a ida e a volta dos candidatos ao Centro de Eventos da Fiep, a Urbs ofereceu transporte gratuito, das 9h às 16h, com saídas de uma em uma hora, da Praça Rui Barbosa, Centro.

A Prefeitura fez ainda o encaminhamento de trabalhadores que são atendidos pela Fundação de Ação Social (FAS), responsável pelas políticas da assistência social e do trabalho e emprego em Curitiba.

Com tantas oportunidades, a superintendente do Serviço Social da Indústria (Sesi) e diretora regional do Senai Paraná na Fiep, Fabiane Franciscone, chamou o evento de Feirão de Oportunidades. “Queremos que os trabalhadores aproveitem esse momento e consigam acessar o mundo do trabalho”, disse ela.

Edilson Martins do Nascimento, 61 anos, ficou sabendo o Mega Feirão por rádio e foi em busca de uma vaga. Sem emprego formal há quatro anos, ele busca uma colocação no mercado como auxiliar de pedreiro. “O que eu quero é trabalhar e, se quiserem, posso começar amanhã”, disse.

Durante a feira, os trabalhadores contaram com o apoio da Agência do Trabalhador, que orientou quanto à Carteira de Trabalho Digital e preenchimento de currículo, além de poder conhecer produtos e soluções tecnológicas desenvolvidas por fornecedores da indústria construção

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 116 | MARÇO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS