15.6 C
Curitiba
segunda-feira, 22 abril 2024

Em parceria com Senai, Estado inicia cursos profissionalizantes a mais de 2 mil alunos

Aconteceu nesta segunda-feira (26), em Curitiba, a aula inaugural da parceria Seed/Senai para cursos profissionalizantes na rede estadual. O evento formalizou o pontapé inicial da colaboração oficializada em dezembro de 2023 entre a Secretaria de Estado da Educação do Paraná (Seed-PR) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Estado do Paraná (Senai), que viabilizará gratuitamente, 13 cursos técnicos integrados com o ensino médio regular, permitindo aos estudantes a obtenção de uma certificação profissional junto com a conclusão dos estudos. 

O evento foi realizado na unidade do Senai situada no bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC), na Capital, onde serão atendidos 140 do total de 2.310 estudantes matriculados. Os cursos serão ofertados em 66 turmas de 54 escolas. As aulas teóricas serão nas unidades de ensino e as práticas acontecerão nas 27 unidades do Senai espalhadas em todo o Paraná.

Além dos estudantes, a solenidade contou com a participação do secretário de Estado da Educação, Roni Miranda, do presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Vasconcelos, além de representantes da Secretaria de Estado da Educação do Paraná (Seed-PR) e do Senai.

“A expansão da oferta do ensino profissionalizante é um dos grandes motivos a serem celebrados pela educação do Paraná. Em 2019, contávamos com 10,4 mil estudantes matriculados em cursos técnicos de capacitação profissional. Em cinco anos, este número saltou para 112 mil alunos alcançados pelo ensino profissionalizante e, para os próximos anos, nosso objetivo é ampliar ainda mais a oferta, em prol de uma formação ainda mais completa para os alunos da rede estadual”, afirmou Miranda. Os demais 110 mil alunos estão matriculados em cursos próprios da rede.

A parceria abrange os seguintes cursos: Alimentos, Automação Industrial, Biotecnologia, Edificações, Eletromecânica, Eletrotécnica, Manutenção Automotiva, Manutenção de Máquinas Industriais, Mecânica, Mecatrônica, Logística, Química e Vestuário. 

No total, os cursos técnicos terão duração de três anos, integrando-se ao ensino médio e sendo ministrados no mesmo turno das aulas regulares, dentro da carga horária da rede estadual. As unidades do Senai contribuirão com a infraestrutura de laboratórios especializados, incluindo recursos de informática e materiais específicos para enriquecer a experiência prática dos estudantes durante os cursos técnicos. Ao todo, somando as cargas horárias de ensino médio e curso técnico, serão 3 mil horas/aula de formação.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 116 | MARÇO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS