15.4 C
Curitiba
sexta-feira, 24 maio 2024

Empreendedoras de Curitiba aproveitam a volta às aulas para ajudar as famílias e aumentar os lucros

Entre as lições que os bons empreendedores guardam com carinho é saber aproveitar todas as oportunidades para ampliar e fidelizar a clientela. As microempresárias que já participaram dos programas de Educação e Empreendedorismo do Vale do Pinhão mostram que aprenderam a lição direitinho: a volta às aulas é uma dessas oportunidades que permitem aumentar os lucros.

Aplicando conhecimentos adquiridos nos programas Bom Negócio (que está com as inscrições abertas para 2023 para sete opções de cursos híbridos) e Empreendedora Curitibana, elas sabem que o segredo é solucionar uma dor do cliente. O que, na retomada do ano letivo, significa criar e ofertar produtos e serviços que ajudem as famílias e os estudantes a reorganizarem a rotina.

Personalizado e organizado

As microempresárias Elisangela Barbosa, 46 anos, e Anelise Bittencourt Gerceski, 45 anos, por exemplo, têm papelarias virtuais e incluíram a oferta de etiquetas personalizadas no rol de produtos.

Elisangela, que é proprietária da Mimos da Dandara, diz que o produto é um dos carros-chefe dessa época do ano. “Etiquetar tudo ajuda a não perder o material e a encontrar o dono quando algo se extravia. Sem contar o carinho de um material organizado e feito com gosto da criança”, diz a microempreendedora.

Assim, ela cria etiquetas e tags personalizadas ao gosto do cliente para tudo: desde o lápis de escrever, passando pelos cadernos e apostilas, até estojos e mochilas. Com a empresa aberta desde 2014, Elisangela também produz agendas, calendários, planners, tudo personalizado. 

Já Anelise, proprietária da Unique Paper Crafts, investe também em produtos de papelaria e escritório fofos, como canetas, lápis, borrachas, marca textos com cores variadas e formatos divertidos. 

“Em novembro, intensifico a produção das etiquetas personalizadas para a volta às aulas, como um produto exclusivo para cada criança. As canetas e lápis são muito procurados como presentes para tornar o dia a dia do estudo mais divertido”, fala a empreendedora.

Ambas produzem os materiais personalizados em casa e comercializam via marketplaces e mídias sociais e participaram do Programa Bom Negócio para melhor administrar seus empreendimentos. 

Lancheira saudável

Também com formações pelo Vale do Pinhão e atuantes nas feiras e eventos promovidos pelo ecossistema de inovação curitibano, as microempresárias Luciana Ivanike, 41 anos, e Tatiane Valter de Ramos, 40, ofertam serviços de alimentação que auxiliam a organizar o reinício do período escolar. 

Luciana, que venceu o Prêmio Empreendedora Curitibana em 2021 na categoria MEI com sua empresa Piec Pães Artesanais , este ano criou os kits com salgadinhos assados e congelados para facilitar a montagem das lancheiras dos estudantes. 

“As famílias compram os kits que já vêm prontos. Basta colocar uma porção na lancheira e complementar com uma fruta ou suco natural. Fiz uma pesquisa de mercado com a minha clientela para criar esses kits e a aceitação está sendo ótima”, conta Luciana. 

A chef de cozinha Tatiane, a Chef Tatiane, promove a alimentação natural – aquela de incentivar descascar mais, desembalar menos – e auxilia as famílias a adotarem hábitos de alimentação saudável. Seu trabalho, com a produção de marmitas, aulas de gastronomia e atuação como personal chef, visa auxiliar as famílias a reorganizarem horários e cardápio das refeições após as férias. 

Entre as dicas que ela recomenda aos clientes, está o planejamento semanal dos cardápios: ter um horário fixo para as compras e para preparar as refeições para vários dias de uma só vez. “Para as crianças fazerem escolhas mais saudáveis, indico sempre deixar porções de frutas já limpas e porcionadas na geladeira.”

O Vale do Pinhão

Vale do Pinhão é um movimento criado pela Prefeitura de Curitiba, por meio da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, que reúne um ecossistema de inovação para promover ações que contribuam para o desenvolvimento de Curitiba como cidade inteligente, que se desenvolve economicamente ao mesmo tempo que aumenta a qualidade de vida de seu cidadão e gera eficiência nas operações urbanas.

O propósito do Vale do Pinhão, em seus cinco pilares, é fortalecer e potencializar o ambiente de inovação por meio do empreendedorismo, economia criativa e tecnologia.

Alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, envolve secretarias municipais e o ecossistema de inovação de Curitiba, que é composto por todos os atores cujo objetivo é o desenvolvimento de inovação: universidades, aceleradoras, incubadoras, fundos de investimento, centros de pesquisa e desenvolvimento, startups, movimentos culturais e criativos.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS