19.8 C
Curitiba
quarta-feira, 24 abril 2024

Entenda o período do isolamento recomendado em Curitiba

Com o aumento de casos de pessoas com sintomas respiratórios nos pontos da rede de Saúde de Curitiba – pública e privada – desde os últimos dias de 2021, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) atualizou o protocolo para o atendimento dessas situações com o objetivo de conter a transmissibilidade de vírus como o Sars-Cov2 (covid-19) e o influenza (gripe), e deterninou o isolamento por sete dias a partir do início dos sintomas.

“A variante ômicron tem mostrado potencial de transmissão muito maior que as variantes anteriores, se alastrando de forma muito mais rápida, além de ter entrado em circulação a gripe fora do seu período usual, o inverno. O isolamento é o que vai frear esse crescimento e deve ser feito no período em que o vírus está em seu maior potencial de transmissão”, destaca ao diretor do Centro de Epidemiologia da SMS, Alcides de Oliveira.

Sintomas

Ao aparecer os primeiros sintomas respiratórios leves, – como tosse, dor de garganta, febre, congestão nasal, perda do olfato ou paladar – ou com resultado positivo para covid-19 (mesmo assintomática), a pessoa deve se isolar imediatamente e manter-se nessa condição por sete dias.

Se houver necessidade de atendimentos para os quadros leves, a recomendação é entrar em contato, prioritariamente, com centrais de atendimento remoto em Saúde (teleconsulta, videoconsulta) a que tiver acesso (público ou privado), para que o profissional avalie o quadro e faça a emissão do Termo de Isolamento.

O isolamento requer que a pessoa evite ao máximo possível o contato com outras pessoas, sem sair de casa. Dentro de casa, sempre que possível, limitar-se a um cômodo, exclusivo para ela e uso permanente de máscara mesmo dentro do ambiente domiciliar.

Isso porque essas doenças são transmitidas por gotículas e aerossóis de saliva, que saem do nariz e da boca de alguém infectado, invadindo o organismo de outras pessoas que dividem ambiente sem proteção.

Liberação

Se no oitavo dia, após o período recomendado, a pessoa não apresentar mais febre, sem ter usado antitérmico nas últimas 24 horas, está automaticamente liberada do isolamento. Em caso de permanência dos sintomas após esse período, a orientação é buscar novamente o atendimento nos serviços de Saúde para acompanhamento do quadro.

Contatos próximos

A recomendação da SMS é que quem teve contato próximo (que passou mais de 15 minutos sem uso de máscara) com alguém que esteja com sintomas respiratórios, ou que testou positivo para covid-19, também se isolem por sete dias a partir do contato com pessoa contaminada.

Caso também apresente sintomas, o contato próximo deve prolongar esse prazo para sete dias após o início desses sintomas.

Período de maior transmissão

A adoção de sete dias de isolamento em Curitiba para casos de sintomas respiratórios (suspeita de covid-19 ou gripe) levou em consideração a decisão do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), que reduziu de dez para cinco dias o período recomendado para o isolamento.

A medida do CDC levou em conta evidências científicas de que a maior parte da transmissão do vírus Sars-CoV-2 ocorre no início da doença, geralmente um ou dois dias antes do início dos sintomas e dois ou três dias depois.

Comunicado de isolamento

A recomendação de sete dias para o isolamento deve ser aplicada tanto nos serviços de saúde públicos quanto privados para todas as pessoas com sintomas e casos com resultado positivo para covid-19 ou gripe.

Com a publicação do Decreto Municipal 61/22 na quinta-feira (20/1), a Prefeitura estabelece que laboratórios clínicos, farmácias e drogarias que realizam testagem para covid-19 e influenza ficam obrigadas a emitir o Comunicado de Isolamento Domiciliar e que as pessoas jurídicas afastem do ambiente de trabalho integrantes de suas equipes que estejam com determinação de medida de isolamento domiciliar.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 116 | MARÇO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS