20 C
Curitiba
quinta-feira, 23 maio 2024

F1 – Estatísticas Melbourne

A abertura da temporada tem o hábito de estabelecer estatísticas interessantes e assim foi novamente…

A vitória de Nico Rosberg foi a segunda em Melbourne, vindo dois anos após suas primeiras e 31 anos depois que seu pai Keke ganhou a primeira corrida em solo australiano em Adelaide. Rosberg marca quatro vitórias consecutivas, sua sequência de primeiros lugares vem a partir do GP do México do ano passado. A Mercedes, entretanto, vem de sete corridas consecutivas.

Terminando em segundo, Lewis Hamilton igualou o recorde de seis pódios na Austrália de Michael Schumacher. No sábado, o britânico se juntou ao alemão em tornar-se um dos três pilotos (sendo o outro Ayrton Senna) a marcar 50 ou mais pole positions.

O sexto lugar de Romain Grosjean fez da Haas a primeira equipe totalmente nova a marcar pontos em sua estreia. Vale lembrar que Grosjean só terminou entre os seis primeiros uma vez na temporada passada com Lotus.

O quarto lugar de Daniel Ricciardo igualou o melhor resultado de um piloto australiano em casa – um empate com o quarto lugar de Mark Webber em 2012. Ricciardo também se tornou o segundo australiano – novamente após Webber – a cravar uma volta mais rápida em casa.

O décimo lugar de Max Verstappen garantiu a ele, agora aos 18 anos, ser o mais jovem piloto a pontuar na história do GP da Austrália. O atual piloto da Red Bull, Daniil Kvyat anteriormente detinha o recorde terminando em nono com 19 anos em sua estreia em 2014.

Falando de Daniil Kvyat, o russo não chegou a largar em duas aberturas de temporada consecutivas na Austrália por problemas mecânicos.

 

Veja abaixo a classificação final do GP da Austrália:

[table id=1 /]

 

MUNDIAL DE CONSTRUTORES

Posição

Equipe

Pontos

1

MERCEDES

43

2

FERRARI

15

3

WILLIAMS

14

4

RED BULL

12

5

HAAS

8

6

FORCE INDIA

6

7

TORO ROSSO3

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS