O Paraná Clube quebrou um longo tabu. Derrotou o Londrina, no estádio do Café por 2×1, mas o resultado não foi suficiente para garantir vaga nas semifinais da Taça Barcímio Sicupira Júnior. O Tricolor, agora, só retorna ao Campeonato Paranaense dentro de um mês, na abertura da Taça Dirceu Krüger, segundo turno da competição.

“Foi um bom jogo. A classificação não veio pelos pontos perdidos em casa, contra Operário e Athletico. Mas, seguimos consolidando um trabalho. Vejo a equipe em evolução”, analisou Dado Cavalcanti. “Sabia que seria um jogo difícil, pela qualidade do adversário”. Há quase 19 anoso Paraná não obtinha uma vitória em Londrina, diante do Tubarão. A última tinha sido pelo Paranaense de 2000, em maio daquele ano.

O Paraná iniciou a partida tentando pressionar o adversário. Mas, a disputa ficou restrita ao meio-campo. Só que aos 15 minutos, Andrey abriu o placar. De fora da área, ele acertou um chutaço, que encobriu o goleiro Émerson: 1×0. Um pouco depois, novamente Andrey quase ampliou. Na boa jogada pela esquerda, Guilherme Santos cruzou e Andrey chegou batendo de primeira, para a difícil defesa de Émerson.

[themoneytizer id=”21651-28″]

Numa jogada parecida, o Londrina não desperdiçou. Após cruzamento de Felipe Vieira, a zaga não tirou e Uelber apareceu livre na segunda trave para empurrar pra rede: 1×1. O Paraná, porém, não se deixou abater e novamente ficou à frente aos 40 minutos. Guilherme Santos pegou um corte da zaga e bateu forte. Fernando Timbó, na área, interceptou o chute e “fuzilou”: 2×1.

Na etapa final, o Paraná foi mais cauteloso. Resultado da velocidade que o Londrina conseguiu imprimir no jogo. O Tubarão quase empatou com Raí Ramos, mas a bola foi na trave. Logo depois, Thiago Rodrigues defendeu com a ponta dos dedos o chute de Luquinha. Dado Cavalcanti fez as mudanças possíveis e o Tricolor administrou o placar. Com a vitória, o Paraná fechou este primeiro turno com a 4ª colocação, na classificação geral do Paranaense.