20 C
Curitiba
quinta-feira, 23 maio 2024

Governador autoriza curso de Ciência de Dados e Inteligência Artificial na UEL

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) vai ganhar um novo curso de graduação, voltado para a área de tecnologia. O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou na quarta-feira (27) o decreto de criação do bacharelado em Ciência de Dados e Inteligência Artificial, o primeiro nessa área ofertado por uma instituição pública do Paraná.

O curso já deve entrar para a grade da universidade no próximo ano letivo, com a oferta de 50 vagas anuais. “O Paraná está se tornando um grande celeiro de programadores e profissionais que atuam na área da inovação. A oferta desse curso pela UEL, uma das sete universidades estaduais do Paraná, vai contribuir para consolidar a presença do Estado nesse setor tão importante, que remunera muito bem, fomentando os ecossistemas de inovação locais, principalmente na região Norte”, afirmou Ratinho Junior.

O novo curso será vinculado ao Centro de Ciências Exatas (CCE) da UEL. Combinando conhecimentos das áreas da Computação, Estatística, Matemática e das Ciências Humanas, ele contará com carga horária de mais de 3 mil horas e será oferecido no período noturno. Um dos focos é a aplicação da ciência de dados e da inteligência artificial em áreas como agronegócio e saúde.

O decreto que autoriza a criação do curso também prevê a ampliação dos cargos efetivos da UEL para atender a nova demanda. Está prevista a abertura de 10 cargos para docentes, dois cargos para agentes universitários de nível superior e de três cargos para agentes universitários de nível médio.

O secretário estadual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona, destacou que a graduação nessa área é oferecida atualmente apenas em universidades particulares do Paraná, e que a oferta em uma instituição pública colabora para melhorar o ambiente de transformação digital do Estado.

“Os profissionais formados em Ciências de Dados e Inteligência Artificial estarão habilitados para a gestão de dados, para extrair informações relevantes em grandes volumes de dados, com uso de técnicas avançadas de computação. Tudo isso pode ser aplicados em diferentes áreas da iniciativa privada e do setor público”, explicou. “Portanto, serão profissionais que vão contribuir de maneira destacada no desenvolvimento do nosso Estado e do País como um todo”.

A reitora da UEL, Marta Favaro, afirmou que houve uma mobilização da sociedade londrinense para a criação do curso, que formará de mão de obra capacitada para o Ecossistema de Inovação de Londrina. “Temos um excelente corpo docente e vamos oferecer aulas no período noturno, para que possamos atender também aqueles que já estão no mercado e desejam buscar sua qualificação na UEL”, disse.

VESTIBULAR  Como as inscrições para o vestibular 2024 da UEL já foram encerradas, a instituição vai reabrir o processo especificamente para este curso. As inscrições acontecem na próxima semana, entre os dias 2 e 6 de outubro, pelo portal da Coordenadoria de Processos Seletivos (Cops), e custam R$ 176,00. A primeira fase do vestibular será no dia 29 de outubro, e a segunda entre os dias 26 e 28 de novembro.

Os candidatos que já se inscreveram para o vestibular, mas desejam transferir para o novo curso, poderão aproveitar a taxa que já foi paga. Neste caso, eles devem realizar uma nova inscrição e preencher, no ato, o requerimento de mudança na opção de curso. Todas as normas poderão ser acessadas no portal da Cops.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS