O Dancep, Grupo de Dança Contemporânea do Colégio Estadual do Paraná, abriu inscrições para aulas virtuais e presenciais de dança contemporânea, jazz, balé, videodança, improvisação, alongamento e produção. As aulas são gratuitas e abertas para a participação de estudantes do CEP e a comunidade em geral.

As inscrições devem ser feitas gratuitamente até o dia 22 de fevereiro, pelo site www.dancep.com.br/. No formulário, o participante pode escolher a modalidade que prefere, observando também os níveis de cada turma – iniciante ou intermediário.

As aulas iniciam no dia 3 de março e acontecem nos três turnos, de terça a sexta-feira, e também nas manhãs e tardes de sábado. Podem participar alunos com idade a partir de 10 anos, sem restrições de idade máxima. Cada modalidade conta com duas aulas por semana, que acontecem na sala 308, no terceiro andar do Colégio Estadual do Paraná, em Curitiba

As atividades contam com todos os protocolos de biossegurança para evitar a contaminação pelo coronavírus. Por isso, as turmas serão restritas entre 15 e 20 alunos, que serão selecionados a partir da listagem das inscrições. As aulas podem também ser acompanhadas online, pelo site do Dancep. No final do ano, as turmas participam de uma mostra de dança promovida pelo grupo.

GRUPO – Criado em 2011 pelo professor e coreografo Fernando Nascimento, cerca de 10 mil pessoas já passaram pelo Dancep ao longo dos últimos 10 anos. Além das turmas voltadas para estudantes e para a comunidade, há também o grupo permanente do Dancep, que participa de apresentações em teatros, escolas e até mostras internacionais.

Muitos dançarinos que fizeram parte do grupo acabaram se profissionalizando, retornaram como professores ou fizeram carreira fora do País. Os espetáculos do Dancep já chegaram a reunir até 5 mil expectadores e cerca de 100 dançarinos no palco. O grupo também foi premiado em dez festivais e competições.

Em 2020, o Dancep promoveu o III Seminário e Mostra de Dança – Interfaces Poéticas do Presente: Cultura, Educação, Dança e Tecnologia. O evento envolveu artistas da dança, da performance, teatro, artes híbridas, profissionais da gestão e produção cultural e da gestão pública estadual.