Maestro belga abre temporada 2016 da Camerata Antiqua nesta sexta-feira

A Camerata Antiqua de Curitiba abre a temporada 2016 sob a regência do maestro belga Peter van Heyghen e ao som da última composição de Mozart, Requiem em Ré Menor (K.626). O concerto acontece na Capela Santa Maria, na sexta-feira (18), às 20h, e no sábado (19), às 18h30, e terá o soprano Eiko Senda e a mezzo-soprano Adriana Clis, o tenor Eduardo Pinho, e o barítono Marcelo Ferreira Silva como solistas vacais convidados.

Na sexta-feira também acontece com o lançamento do site do grupo e do livro “Curitiba & Música: nos acordes da Fundação Cultural de Curitiba”, de Aparecida Vaz da Silva Bahls e Lilia Maria Silva.

O programa dos concertos de abertura traz a conhecida e última composição de Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791), Réquiem em Ré Menor. A obra ficou incompleta após a morte prematura de Mozart, aos 35 anos – no ano seguinte o compositor austríaco Franz Xaver Sussmayr completou a peça, dando a forma final à partitura.

O maestro convidado Peter Van Heyghen é especialista em Música Antiga. Apresentou-se com conjuntos como Capilla Flamenca (Bélgica) e Weser Renaissance (Alemanha). Foi um dos diretores artísticos do conjunto vocal holandês Cappela Pratensis. Atualmente é o regente principal e diretor artístico da Orquestra Barroca Les Muffatti em Bruxelas e também realiza concertos com as orquestras barrocas dos Conservatórios de Bruxelas e Haia.

Pré-concerto

A novidade da temporada 2016 será a mudança na apresentação do pré-concerto. A palestra começa a ser divulgada via redes sociais da Capela Santa Maria e Fundação Cultural de Curitiba, na semana do espetáculo e, no dia, é retransmitida ao público antes do concerto. A iniciativa de acrescentar comentários de um profissional da música tem por objetivo permitir uma melhor apreciação do programa, revelando ao público detalhes da produção e compreensão que será apresentado pela Camerata Antiqua de Curitiba.

Segundo Marino Junior Galvão, presidente do Instituto Curitiba de Arte e Cultura, órgão mantenedor do grupo, explica a mudança, “estamos cumprindo um papel de formação de plateia, aproximando a música erudita da população. As pessoas têm a ideia de que música erudita é só para entendidos, e queremos vencer essa barreira possibilitando o acesso a esses conteúdos e aumentando a curiosidade do público para assistir os concertos a partir dos comentários via internet”.

Para este concerto, Osvaldo Colarusso apresenta a explanação sobre o programa. O músico além de atuar como regente, desenvolve atividades como produtor e apresentador de programas de Música Clássica na Emissora Estadual do Paraná e mantém uma classe de Harmonia e Análise.

Site

O Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC) lança no mesmo dia o site da organização que abrange todos os espaços culturais, grupos estáveis e projetos artísticos que mantêm e administra, dando maior destaque para a Camerata Antiqua de Curitiba, Conservatório de Música Popular Brasileira, Capela Santa Maria e Oficina de Música de Curitiba.

Marino ainda comenta as novidades da área da Camerata Antiqua de Curitiba, “abrimos o Instituto para possibilitar a comunicação de forma mais direta com o público, através do portal com programação completa desde o início do ano, assim as pessoas podem se programar melhor para assistir aos concertos da Camerata”, afirma.

 

Abertura da Temporada 2016 da Camerata Antiqua de Curitiba – Requiem de Mozart

Regência Peter van Heyghen (Bélgica), palestrante Osvaldo Colarusso (São Paulo/Paraná), solistas: soprano Eiko Senda (Japão/Uruguai), mezzo-soprano Adriana Clis (São Paulo), tenor Eduardo Pinho (São Paulo), barítono Marcelo Ferreira Silva (São Paulo). Programa: Wolfgang Amadeus Mozart (1756 -1791) e Requiem (K. 626).

Datas e horários: sexta-feira (18), às 20h; no sábado (19), às 18h30

Local: Espaço Cultural Capela Santa Maria

Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro

Ingressos: R$ 30 e R$ 15 ou no site www.ingressorapido.com.br/compras/?id=47465#!/tickets