15.9 C
Curitiba
sexta-feira, 14 junho 2024

Mais comum entre os homens, câncer de boca pode ser prevenido com mudanças de hábitos, alerta Saúde de Curitiba

Muito relacionado ao alcoolismo e tabagismo, o câncer de boca é mais comum em homens e pode ser prevenido com mudanças no estilo de vida, alerta a Secretaria da Saúde de Curitiba. A estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca) para o ano de 2023 em Curitiba é de 140 novos casos de câncer de boca, sendo 110 em homens e 30 em mulheres. O câncer bucal é o quinto mais frequente em homens e o décimo sexto em mulheres.

Segundo a coordenadora de Saúde Bucal da Secretaria Municipal da Saúde, Viviane Gubert, novos casos de câncer vêm acontecendo em razão não apenas do envelhecimento populacional, mas do estilo de vida adotado.

“Os principais fatores de risco são o tabagismo e o consumo excessivo de álcool, sendo que o risco é potencializado nos indivíduos que utilizam tabaco e também bebem”, diz a cirurgiã dentista.

Viviane destaca que o diagnóstico precoce é determinante para a cura, que chega a 95% dos casos. Para isso, é fundamental que as pessoas estejam atentas a sinais e lesões persistentes na boca, como feridas que não cicatrizam em até 15 dias, manchas vermelhas ou brancas, inchaço, dor na boca ou na língua, entre outros.

“O cirurgião dentista é o profissional que pode fazer o diagnóstico precoce e encaminhar para tratamento. Quando a pessoa apresenta dores mais avançadas, como dor ou dificuldade de mover a língua, a chance de cura cai para 45%”, alerta a coordenadora.

Outro fator que merece atenção é a exposição solar prolongada sem proteção, principal fator de risco para o câncer de lábios.

Atendimento

A Secretaria Municipal da Saúde mantém clínicas odontológicas em 108 Unidades de Saúde de Curitiba. O agendamento de consultas com a equipe de saúde bucal pode ser feito pelo aplicativo Saúde Já Curitiba ou na própria Unidade de Saúde de referência do usuário.

As equipes de saúde bucal têm olhar para a detecção precoce do câncer de boca e desenvolvem um trabalho sentinela em conjunto com a equipe multiprofissional de saúde. Uma das estratégias adotadas é o encaminhamento de pacientes para grupos de cessação do tabagismo, por exemplo, que está disponível em Unidades de Saúde (grupos presenciais) ou pela Central Saúde Já Curitiba (grupos on-line).

Cidade Sorriso

Desde o início da pandemia, a Prefeitura está fazendo um movimento de reformar as clínicas odontológicas de 107 Unidades de Saúde da cidade, readequando-as a um modelo adequado às exigências de segurança biológica, que se modificaram com a covid-19, num investimento global de R$ 8,7 milhões, considerando infraestrutura, mobiliários e equipamentos, entre recursos municipais (majoritariamente), recursos estaduais e de emendas de vereadores.

Este é o maior investimento global em saúde bucal na história do município.

Números

Em 2022, 462 mil pessoas foram atendidas nas clínicas odontológicas das unidades de Saúde de Curitiba, com uma média mensal de 76 mil procedimentos odontológicos realizados. Em 2023, a média mensal de procedimentos odontológicos realizados é de 86 mil.

Evento

Para chamar a atenção da população sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de boca, acontecerá nesta sexta-feira (24/11), a 35ª Campanha de Prevenção e Diagnóstico Precoce de Lesões Cancerizáveis de Boca. Organizado pelo serviço de cirurgia do Hospital Erasto Gaertner em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, será realizado na Boca Maldita, das 8 às 17 horas.

Capacitação

Na quarta-feira, 29/11, servidores da SMS participarão de capacitação on-line sobre Câncer Bucal. Entre os temas abordados estarão lesões cancerizáveis e diagnóstico diferencial.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS