Charles Leclerc e Max Verstappen protagonizaram um final de corrida fantástico quando o piloto da Red Bull ultrapassou o líder da prova na curva 3 da 69ª volta de 71. A dupla “bateu rodas” quando Leclerc saiu da pista.

A manobra de Max foi analisada pelos comissários que decidiram horas mais tarde a legalidade da ultrapassagem, permitindo ao holandês manter a sexta vitória da carreira e a primeira de um piloto não-Mercedes em 2019. Os esforços de Verstappen também asseguraram a primeira vitória da Honda desde 2006.

Valtteri Bottas terminou em terceiro, Sebastian Vettel em quarto depois de fazer uma estratégia de duas paradas e ultrapassar Hamilton no final da prova. Foi a primeira vez que Hamilton terminou fora dos dois primeiros este ano).Atrás de Hamilton, Lando Norris foi sexto com a McLaren, segurando o Red Bull de Pierre Gasly, enquanto Carlos Sainz, tendo largado no final do pit, foi oitavo, à frente dos dois Alfa Romeos de Kimi Raikkonen e Antonio Giovinazzi, o italiano marcou seu primeiro ponto na F1.