Museu Paranaense tem colheita da horta, cozinha itinerante, performance e nova mostra

Uma colheita coletiva da horta, preparos com ingredientes de pequenos produtores locais, observação de abelhas nativas, uma performance e uma nova exposição: as atividades fazem parte da programação que segue até o próximo domingo (13) no Museu Paranaense (Mupa). Tudo gratuito e aberto a públicos de todas as idades. A agenda é a continuidade do Programa Público “Se eu enfiasse os pés na terra: relações entre humanos e plantas”, projeto especial do Mupa que segue até maio deste ano.

A partir desta quinta-feira (10), o espaço expositivo apresenta duas obras do artista Marcelo Moscheta. A mostra é composta pela instalação “LINNAEUS”, que reflete sobre o desejo incansável do homem em classificar e ordenar o mundo à sua volta, e pela videoarte “Pau-Brasil”, obra sobre esta árvore ligada à constituição do País e recurso natural historicamente explorado à exaustão. O trabalho foi doado ao Museu pelo artista em 2020 e esta é a primeira vez que é exposta ao público no Mupa.

No sábado (12), haverá duas ações pontuais. Às 16h, a artista Bia Figueiredo apresenta a performance Polvo, abordando as correlações entre corpo e natureza e trazendo como extensão da pele uma rama de batata-doce cultivada por aproximadamente oito meses. O projeto acontece na intersecção entre os trabalhos de Bia Figueiredo, artista do corpo e cultivadora da terra, e Leco de Souza, fotógrafo e permacultor.

Às 17h, as idealizadoras do projeto Central do Abacaxi preparam alguns pratos no jardim do Mupa usando apenas ingredientes de produtores locais e vegetais colhidos na horta feita no museu em janeiro. Enquanto cozinham, Amanda Kosinski e Camila Lovato Frankiv vão bater um papo com o público a respeito da importância do consumo alimentar consciente, levando em conta a sazonalidade dos alimentos, e do incentivo aos pequenos produtores locais.

Ao longo da ação, os participantes irão experimentar preparos que têm como base pancs, beterraba, repolho, quiabo e a mandioca. A atividade conta com 40 vagas, distribuídas por ordem de chegada, a partir das 17h.

AÇÃO EDUCATIVA – Nas manhãs de sábado e domingo (12 e 13), a Equipe Educativa do Museu preparou duas atividades imperdíveis para as crianças: no sábado, das 10h30 às 12h, haverá oficina de colheita coletiva da horta do museu, semanas depois do evento do plantio comunitário promovido em ação anterior. Já no domingo, das 10h30 às 13h, acontece a observação em grupo guiado das abelhas nativas do jardim. Para a colheita, as vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas através deste link. A observação de abelhas não requer inscrição prévia.

SERVIÇO

Programação no Mupa

Exposição do artista Marcelo Moscheta
A partir de quinta-feira (10), na Sala Lange de Morretes

Performance Polvo com a artista Bia Figueiredo
Sábado (12), às 16h, no Jardim do Mupa. A apresentação tem duração de até 40 minutos. A liberação de lugares acontece a partir das 15h30 até a capacidade do local e não é necessário fazer inscrição prévia

Cozinha da Central do Abacaxi.
Sábado, às 17h. Com Amanda Kosinski e Camila Lovato Frankiv. Duração aproximada: 2h. A liberação de lugares acontece a partir do horário de início do evento e não é necessário fazer inscrição prévia. Os pratos serão distribuídos aos 40 primeiros a chegarem

Ação Educativa para crianças
12 (sábado), das 10h30 às 12h: oficina de colheita da horta do Jardim. Vagas limitadas mediante inscrição prévia através do Sympla
13 (domingo), das 10h30 às 13h: observação das abelhas do Jardim do Mupa. Não é necessário realizar inscrição prévia

Museu Paranaense
Rua Kellers, 289, Alto São Francisco – Curitiba
Entrada gratuita
Acompanhe a programação completa do Programa Público “Se enfiasse os pés na terra: relações entre humanos e plantas” no site do Mupa.