15.4 C
Curitiba
sexta-feira, 24 maio 2024

No ataque e na defesa, melhor para o Furacão!

Foi uma partida em alta voltagem desde o apito inicial. Logo no primeiro minuto, os dois times estiveram perto do gol, com Bento fazendo sua primeira grande defesa da noite.

E quando o cronômetro ainda marcava 6′, Vitor Roque apareceu para fazer o Caldeirão explodir. O camisa 9 recebeu pelo meio, tirou de dois adversários na matada, invadiu a área e bateu cruzado. Golaço para colocar o Furacão em vantagem!

Mal dava para respirar. Em um cruzamento fechado de Mariano, Bento defendeu mais uma vez. Depois, foi a vez de Khellven colocar o goleiro do Galo para trabalhar, em um chute forte que desviou na defesa e quase entrou.

Aos 27′, em mais um ataque rubro-negro, a bola foi cruzada na área e bateu na mão de Paulinho. Arbitragem demorou muito para analisar a jogada com o auxílio do VAR. Mas o toque foi claro: pênalti para o Furacão! Cobrança perfeita de Terans e 2 a 0 no placar!

Ainda no primeiro tempo, Bento salvou um chute forte de Paulinho. Everson defendeu uma cabeçada precisa de Rômulo. E Bento novamente parou o ataque adversário, desta vez em chute de Battaglia.

Depois do intervalo, o Atlético Mineiro voltou com mais presença no campo ofensivo. Jamerson chegou a anotar um gol em posição de impedimento. E aos 24′, Paulinho ficou cara a cara com Bento, que desta vez não teve como evitar o gol.

O goleiro do Furacão voltou a brilhar em chute cruzado de Patrick. Thiago Andrade arriscou de longe e parou em Everson. E quando mais pressionava, o adversário ficou com um homem a menos, após Mariano fazer falta em Thiago Andrade e levar o segundo amarelo.

Bento apareceu ainda mais uma vez, já nos acréscimos, com a defesa mais espetacular da noite. Em um chute à queima-roupa de Hyoran, o camisa 1 fez uma intervenção magistral e garantiu o triunfo!

Clube Athletico Paranaense
Clube Athletico Paranaensehttps://athletico.com.br/
Clube Athletico Paranaense é um clube de futebol brasileiro, da cidade de Curitiba. Foi fundado em 26 de março de 1924, a partir da fusão do International Foot-Ball Club e do América Futebol Clube. Suas cores tradicionais são o preto e o vermelho, que lhe rendem a alcunha de rubro-negro.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS