Aberta ao público há pouco mais de um mês, em abril, a nova pista pública de skate de Curitiba na Avenida Wenceslau Braz, no Guaíra, já se tornou o “pico” favorito entre skatistas iniciantes, amadores e profissionais da cidade. Ao longo dos 130 metros da pista, os praticantes do esporte encontram os obstáculos mais atualizados que existem para se divertir e treinar em cima das quatro rodinhas.

Apesar de aberta ao público, a pista tem restrições para que os frequentadores se protejam da covid-19.

A obra foi feita pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e o projeto foi elaborado pelo arquiteto Frederico Cheuiche de Oliveira e doado à Prefeitura pela Associação Paranaense de Desenvolvimento da Cultura e da Prática do Skate (Pra Skate). Trata-se de uma das maiores, mais modernas e melhores do país, segundo a associação.

A nova pista tem tudo para reafirmar Curitiba como a capital do skate, pois novos atletas devem se formar treinando nas transições (rampas), caixotes no solo, caixotes descendo, corrimãos, escadaria pra pular e várias bordas para criar novas manobras. Neste ano, o esporte deve crescer muito. O skate vai estrear como modalidade olímpica no Japão.

Segundo o skatista curitibano profissional Heverton de Freitas, de 32 anos, a pista da Wenceslau Braz é muito atualizada em nível mundial.

“Algumas manobras que eu não mandava mais estou fazendo agora. Aqui é perfeito para treinar, evoluir e chegar bem nos campeonatos”, disse o skatista que é patrocinado pela empresa Anjuss e foi campeão duas vezes do Campeonato Brasileiro Amador, antigo circuito Drop Dead.

“Essa pista representa muito para a gente. Faz tempo que precisávamos de um espaço adequado para andar de skate, praticar o esporte. Até tem pistas em Curitiba, mas elas são pistas desatualizadas, os obstáculos já são outros hoje em dia”, disse Freitas ao lembrar da tradicional Pista do Gaúcho e do Jardim Ambiental.

Skate plaza

A principal característica da pista da Wenceslau Braz é simular obstáculos encontrados nas ruas e em praças, como desníveis, meios-fios e escadaria. Uma pista para street, mas que também tem rampas menores para quem é iniciante, e maiores, para quem já domina o skate e quer treinar manobras mais complexas e técnicas.

“Quem vier andar aqui vai se divertir bastante, tem muito espaço, uma boa localização. Dá pra se divertir muito aqui. Essa pista motiva muito pra galera andar”, disse Heverton de Freitas.

Cuidados com a pandemia

Praticantes de skate devem ir preferencialmente sozinhos, usando máscaras obrigatoriamente e mantendo o distanciamento social e a higienização frequente das mãos.

“Na minha opinião, como skatista profissional, a pista ficou perfeita. Até estou reaprendendo a andar em obstáculos que fazia muito tempo que eu não andava. Em Curitiba você não achava esse tipo de obstáculo”, definiu Heverton de Freitas, que há 20 anos pratica skate.

O skatista também participa de projetos sociais e criou com a Anjuss o skate adaptado usado pela Secretaria Municipal do Esporte e Lazer (Smelj) em atividades inclusivas para crianças com deficiências. Outro projeto são as escolinhas de skate nas escolas, o Anjuss nas Escolas.

A nova pista de skate de Curitiba fica na Avenida Wenceslau Braz, na altura do número 1206, no bairro Guaíra. O equipamento faz parte do Eixo de Animação Arnaldo Faivro Busato.