Na noite deste domingo (17), no Caldeirão, o Rubro-Negro venceu o Botafogo por 1 a 0, em um jogo em que merecia um placar mais amplo.

O gol do Furacão foi marcado por Thonny Anderson, após assistência de Rony. O Athletico ainda marcou mais um, com Thiago Heleno, anulado pelo árbitro após consulta ao VAR.

O Rubro-Negro soma agora 53 pontos e aparece na quinta posição. O próximo compromisso acontece às 16h do próximo domingo (24), contra o Atlético Mineiro, em Belo Horizonte.

O Athletico teve a primeira chance de gol logo aos 2’. Nikão recebeu na entrada da área e soltou a bomba de pé esquerdo. O goleiro Diego Cavalieri voou e conseguiu espalmar!

Aos 18’, quem quase marcou foi Khellven, em cobrança de falta. Ele bateu colocado, no canto direito, mas o goleiro fez mais uma boa defesa.

O primeiro gol rubro-negro poderia ter saído aos 23’. Após cobrança de escanteio, a bola desviou no braço do atacante botafoguense Igor Cássio, dentro da área. Com a ajuda do VAR, o árbitro anotou pênalti, mas Marcelo bateu para fora!

Nikão voltou a levar perigo com um chute de fora da área, aos 31’. A bola desviou na zaga adversária e passou perto!

Aos 35’, quem quase marcou foi Thiago Heleno. Depois de cobrança de escanteio, a bola sobrou para o General, que acertou um belo chute de perna direita, mas a bola foi no meio do gol e o goleiro defendeu.

Só dava Athletico e, aos 36’, Khellven foi lançado na área e tocou pra trás. Marcelo tentou finalizar, mas foi travado na hora do chute!

Segundo tempo

O Furacão voltou ainda mais agressivo após o intervalo. E logo aos 5’, teve uma chance incrível, com Nikão. Rony recebeu na área, passou pela zaga e deixou o camisa 11 na cara do gol, mas a finalização saiu por cima!

Dois minutos depois, quem quase balançou a rede foi Camacho. Da entrada da área, ele bateu de esquerda e a bola passou raspando o travessão!

O Rubro-Negro já merecia o gol e ele finalmente saiu aos 13’. Camacho roubou a bola e tocou para Rony. O camisa 7 invadiu a área e tocou para Thonny Anderson, que bateu rasteiro, no cantinho: 1 a 0 Furacão!

Na jogada seguinte, quase o segundo! Marcelo tabelou com o Thonny Anderson e acertou a rede pelo lado de fora!

O Athletico era só pressão. Aos 22’, em cobrança de escanteio, Khellven cruzou na medida para Thiago Heleno, que mandou de cabeça para rede. Mas após revisão pelo VAR, o árbitro anotou impedimento.

Nikão estava em noite inspirada e, aos 34’, acertou um lindo passe de letra para Wellington, dentro da área. O volante bateu firme e Diego Cavalieri espalmou!