O Paraná Clube não conseguiu parar o líder. No Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, o Bragantino venceu por 2×0 e se aproxima a cada rodada do título do Campeonato Brasileiro da Série B. Resta ao Tricolor fazer a lição de casa nos dois jogos seguidos que terá na Vila Capanema – contra Brasil-RS e Figueirense-SC – para seguir na briga pelo G4 da competição.

Com um time bem postado, o Paraná entrou em campo disposto a anular as principais virtudes do adversário. Porém, o time de Matheus Costa se ressentia muito das ausências de Fernando Neto (suspenso) e Vitinho (lesionado). Sem o mesmo poder de articulação de jornadas anteriores, o Tricolor criava pouco, mas também não corria riscos na defesa.

Só que aos 32 minutos, Jenison e Ligger trocaram empurrões e o árbitro expulsou os dois jogadores. Pior para o Paraná, que perdeu sua referência ofensiva (também para o jogo de terça-feira) e logo depois sofreu um gol. Na arrancada de Rafael Silva, a bola foi tocada para Wesley, que cruzou para o salto de Ytalo, que mandou para a rede: 1×0, aos 36 minutos.

Na etapa final, o Paraná voltou com Raphael Alemão no lugar de João Pedro. Apesar da troca, o Bragantino seguia melhor na partida. Matheus trocou então Itaqui por Jhemerson. Aos 16 minutos, Rodolfo cobrou falta, a bola desviou na barreira, mas foi pela linha de fundo. Aos 34, o Bragantino definiu o placar. No chute de fora da área de Bruno Tubarão, a bola foi na trave e, na sobra, Wesley empurrou pra rede: 2×0.