O Paraná Clube cumpriu sua missão e com gols no segundo tempo derrotou o América Mineiro por 2×0, em pleno Independência, e se manteve vivo na luta pelo acesso. O Tricolor superou um adversário direto e, com 50 pontos, chegou à 5ª colocação. “Não foi um grande jogo. Mas fomos competitivos do início ao fim e o resultado nos mantém muito vivos nessa briga”, comemorou o técnico Matheus Costa.

O treinador escalou o time com três mudanças em relação à ultima partida. Fabrício na zaga, Éder Sciola na lateral e Bruno Rodrigues no ataque foram as novidades. Mas, o time não teve um bom primeiro tempo. Sem conseguir manter a posse e com dificuldades na saída de bola, o Tricolor conviveu com problemas e, em alguns momentos, foi pressionado pelo adversário.

Willian Maranhão, aos 13 minutos, bateu cruzado para a defesa de Thiago Rodrigues. Pouco depois, foi a fez de Júnior Viçosa finalizar para o corte decisivo de Fabrício. O centroavante do Coelho voltou a levar perigo em um cabeceio, aos 33 minutos, por cima do travessão. No intervalo, Matheus Costa ajustou o time e cobrou maior precisão no passe.

A equipe voltou melhor e cresceu de produção após as entradas de Vitinho e Léo Príncipe. Mais consciente nas investidas ofensivas, o Paraná chegou ao gol aos 31 minutos. Bruno Rodrigues fez o lançamento para Guilherme Santos. O cruzamento veio na medida para a finalização de primeira de Fernando Neto: 1×0, para a festa da nação tricolor.

Matheus Costa tratou de fechar a área com a entrada de Eduardo Bauermann e, aos 39 minutos, decidiu o jogo. Mais uma vez a jogada começou com Bruno Rodrigues, só que desta vez Vitinho apareceu pela esquerda e cruzou para Jenison. O artilheiro não perdoou e definiu o placar: 2×0. O Paraná, agora, faz dois jogos seguidos em casa, contra Vitória e São Bento.