A festa athleticana começou logo aos 3′, quando o lateral Dani Bolt chamou a defesa do Cianorte para dançar. Ele disparou pela direita, passou entre quatro adversários e foi derrubado na área. Rômulo bateu o pênalti com categoria: 1 a 0!

O Cianorte deu a impressão que poderia reagir e chegou ao empate aos 15′. Em um lançamento longo, Vinicius Kauê não conseguiu cortar e Luiz Fernando aproveitou para invadir a área e tocar na saída de Anderson.

A piazada não se abalou. Rômulo quase marcou aos 33′, mas o goleiro salvou. E logo depois, aos 36′, Julimar foi derrubado na entrada da área. Rômulo bateu a falta com maestria: chute forte no ângulo, estufando a rede!

O Athletico voltou ainda melhor depois do intervalo. Aos 9′, Rômulo recebeu no lado esquerdo do ataque, deixou dois marcadores para trás e bateu forte, sem chances de defesa, em mais um golaço rubro-negro – o terceiro dele!

Mas o gol mais bonito ainda estava por sair. Aos 28′, Rômulo tocou para Pablo Siles, que mandou de primeira do meio da rua. Um míssel teleguiado em direção à rede!

Rômulo quase marcou seu quarto gol aos 41′, mas o goleiro do Cianorte evitou. E aos 43′, foi a vez de Jader deixar o seu. Ele recebeu na área pela esquerda, cortou para o leio e encheu o pé, no cantinho! Cinco a um para o Furacão!