Teatro do Paiol, no Prado Velho, ganhou nova iluminação cênica com tecnologia LED, que ilumina com mais eficiência e menor custo energético e destaca os detalhes arquitetônicos da construção de 1874. O novo sistema luminotécnico foi entregue na noite desta quinta-feira (2/3) e completa a grande reforma estrutural realizada pela Prefeitura de Curitiba no espaço.

O teatro, que ficou fechado para a execução das obras, será reaberto neste fim de semana com o show Pérolas Negras, que integra as comemorações dos 330 anos de Curitiba e dos 50 anos da Fundação Cultural de Curitiba.

O novo sistema de refletores, com jogo de luzes especiais, valoriza a fachada do teatro. Os serviços foram coordenados pelo Departamento de Iluminação da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop).

O projeto luminotécnico usa feixes de luzes que permitem ver os contornos do prédio, uma construção circular, anteriormente utilizada pelo Exército Brasileiro como arsenal de pólvora e munições.

Foram instalados no piso 17 projetores de LED de 25W para destacar as colunas da edificação. Na parte superior, nos dois lances do telhado, foram instalados mais seis projetores LED direcionáveis de 15W. Todos os equipamentos possuem uma temperatura de cor monocromática de 2700K (branco quente).

“Os projetores LED foram instalados em substituição ao antigo sistema que utilizava lâmpadas de descarga de 150W. Os novos equipamentos asseguram maior economia e melhor eficiência na iluminação cênica além de revelar detalhes da arquitetura que abriga história e cultura da nossa cidade”, explica Rodrigo Araújo Rodrigues, secretário Municipal de Obras Públicas.

As luminárias em tecnologia LED oferecem maior luminosidade, possibilitam economia média de 50% do consumo de energia e vida útil superior, de cerca de 50 mil horas ou dez anos.

De acordo com o diretor do Departamento de Iluminação Pública, Tony Malheiros, o projeto do novo sistema de iluminação foi desenvolvido para valorizar o teatro que é um dos importantes pontos turísticos da cidade.

“A nova iluminação evidencia o teatro à distância, permitindo que as pessoas apreciem a beleza arquitetônica do local e isso tudo com sustentabilidade, com redução do consumo energético”, diz Malheiros.  

Restauração

As obras de restauração do Teatro do Paiol foram acompanhadas pela Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop) e acontecem para aumentar a durabilidade e melhorar as condições de uso do imóvel que estava com processo de degradação das paredes, com risco de deterioração. O projeto para a execução das obras foi elaborado pela Fundação Cultural de Curitiba (FCC) e submetido ao programa Cultura: Preservação, Promoção e Acesso, do governo federal.