Representantes de órgãos públicos municipais e estaduais reuniram-se nesta terça-feira (29) no Gabinete de Gestão Integrada em Segurança Pública (GGI) para acompanhar a apresentação inicial do UFC 198, evento que conta com o apoio da Prefeitura de Curitiba e que será realizado no dia 14 de maio, no estádio Arena da Baixada.

O diretor de operações do UFC (Ultimate Fighting Championship) no Brasil, Philippe Menezes, destacou os detalhes e as características da competição de lutas de artes marciais, que deverá ser a maior do UFC realizada na América Latina, com um público previsto de mais de 45 mil espectadores.

Representantes das secretárias municipais de Trânsito, Meio Ambiente e Urbanismo, da Guarda Municipal, Polícia Militar do Paraná, Batalhão de Polícia de Trânsito, Corpo de Bombeiros e Delegacia de Futebol e Eventos da Polícia Civil fizeram observações e levantaram questões para garantir a melhor segurança na realização do evento em Curitiba.

“A realização do UFC envolve valores que trazem grande movimentação para a economia da cidade no período do evento. Curitiba foi escolhida para sediar o evento depois de sua ótima avaliação como sede da Copa do Mundo 2014”, diz o superintendente do Instituto Municipal de Turismo, Marcelo Contin.

O UFC é transmitido para 1,2 bilhão de lares em 158 países. A edição 190, realizada no Rio de Janeiro, movimentou mais de R$ 200 milhões nos dias de evento. “Queremos que o UFC 198 em Curitiba entre para a história com uma grande organização e, para isso, vamos fazer um ótimo trabalho conjunto com os órgãos municipais e estaduais”, afirma o diretor do UFC.

A luta principal será entre o campeão peso pesado, o gaúcho Fabricio Werdun, e o croata-americano Stipe Miocic. Também está confirmado o combate entre Ronaldo Jacaré e Vítor Belfort e a participação dos lutadores paranaenses Anderson Silva, Maurício Shogun e Cris Cyborg, além de Demian Maia e Rogério Minotouro.