23.1 C
Curitiba
terça-feira, 16 abril 2024

Sem gols na Ligga Arena

A marcação prevaleceu e o zero não saiu do placar da Ligga Arena. Contra o Operário, nesta quinta-feira (15), o Athletico encontrou muita dificuldade na criação das jogadas e não encontrou meios de superar a boa defesa da equipe de Ponta Grossa.

O Furacão segue invicto e na liderança do Campeonato Paranaense. Agora, soma 21 pontos em nove partidas disputadas. Um a mais que o Coritiba, próximo adversário.

O clássico Athletiba está marcado para as 18h30 do próximo domingo (18), no Couto Pereira. O Rubro-Negro vai em busca de três pontos que podem ser decisivos na definição dos mandos de campo na fase eliminatória do Estadual.

O Jogo

Foi uma partida bastante truncada ao longo de todos os 90 minutos. O Athletico controlou a posse de bola desde o início, mas a primeira chance apareceu somente aos 13′. Canobbio recebeu a bola pelo lado esquerdo e tocou para Felipinho. O estreante acionou para Bruno Zapelli, que chutou na rede pelo lado de fora.

Outra oportunidade aconteceu aos 37′. Cuello recuperou a bola no campo de ataque e tocou para Di Yorio, que mandou por cima do travessão.

No segundo tempo, o técnico Juan Carlos Osorio tentou dar mais movimentação à equipe. Christian, Madson, Mastriani, Jader e Vinicius Kauê entraram na equipe.

O Rubro-Negro, porém, só voltou a ameaçar o arco rival já nos minutos finais. Aos 44′, Mastriani fez um ótimo passe para Canobbio, mas a defesa cortou no momento do chute. Na cobrança de escanteio, Canobbio pegou o rebote da zaga e bateu de primeira, para uma boa defesa do goleiro Rafael Santos.

Já nos acréscimos, Mastriani aproveitou cruzamento de Vinicius Kauê, mas finalizou para fora.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 0x0 Operário 
Campeonato Paranaense 2024: 1ª fase – 9ª rodada
Data: 15/02/2024 (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: Ligga Arena

Público total: 18.028
Público pagante: 17.441
Renda: R$ 518.935,00

Árbitro: Selmo Pedro dos Anjos Neto
Assistentes: Rafael Trombeta e Sergio Henrique Monteiro Gomes
Quarto árbitro: Luiz Alexandre Fernandes

Athletico Paranaense: Bento; Pedro Henrique, Thiago Heleno, Kaique Rocha e Felipinho (Vinicius Kauê, aos 35′ do 2º tempo); Cuello (Madson, aos 12′ do 2º tempo), Erick, Fernandinho (Mastriani, aos 18′ do 2º tempo) e Canobbio; Di Yorio (Jader, aos 35′ do 2º tempo) e Zapelli (Christian, aos 12′ do 2º tempo)
Técnico: Juan Carlos Osorio
Cartões amarelos: Fernandinho, Madson e Canobbio

Operário: Rafael Santos; Sávio, Joseph (Alemão, no intervalo), Willian Machado e Pará (Lucas Hipólito, no intervalo); Índio (Vinícius Diniz, aos 28′ do 2º tempo), Jacy e Cássio Gabriel (Felipe Claudino, aos 36′ do 2º tempo); Maxwell (Marcelo Cirino, aos 22′ do 2º tempo), Felipe Augusto e Ronaldo
Técnico: Rafael Guanaes
Cartões amarelos: Pará, Joseph, Willian Machado e Rafael Santos

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

Clube Athletico Paranaense
Clube Athletico Paranaensehttps://athletico.com.br/
Clube Athletico Paranaense é um clube de futebol brasileiro, da cidade de Curitiba. Foi fundado em 26 de março de 1924, a partir da fusão do International Foot-Ball Club e do América Futebol Clube. Suas cores tradicionais são o preto e o vermelho, que lhe rendem a alcunha de rubro-negro.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 116 | MARÇO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS