Um comboio formado por 17 veículos e escoltado por batedores em motocicletas percorreu as ruas de Curitiba durante esta quinta-feira (5). Foi a segunda simulação do roteiro da Tocha Olímpica, cuja passagem pela cidade está marcada para o dia 14 de julho. A operação envolveu 15 órgãos dos governos municipal, estadual e federal e teve o objetivo de testar o percurso por onde passará o símbolo da Olimpíada.

O revezamento da Tocha Olímpica começou a percorrer o país na última terça-feira (3). Em Curitiba, o desfile acontecerá numa quinta-feira. Neste dia, 170 pessoas irão se revezar na condução da tocha, por um percurso de 36 quilômetros, que terá início no Museu Oscar Niemeyer e será encerrado na Ópera de Arame.

A simulação desta quinta-feira procurou chegar o mais próximo possível do evento real. O comboio foi conduzido por batedores da Polícia Militar, Guarda Municipal, Secretaria Municipal de Trânsito e da Polícia Rodoviária Federal. A função dos condutores do fogo olímpico foi simulada por ciclistas.

“Apesar de causar algum transtorno momentâneo no trânsito, esta é uma ação necessária para que possamos ter uma ideia do impacto que esta operação terá na rotina da cidade. Este não é um evento somente de Curitiba, mas de todo o Paraná, e nós queremos estar preparados para fazer o melhor com o menor impacto possível”, diz  assessor técnico da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer, Eros Mathoso.

O percurso pelo qual a Tocha Olímpica irá passar na cidade já está praticamente definido. O desfile percorrerá os principais cartões postais da cidade, entre eles, alguns parques públicos.

“A simulação é muito importante, pois mostra quais são as principais dificuldades a serem enfrentadas durante o revezamento e quais os erros que não poderão ser cometidos. Neste sentido, a operação de hoje foi muito bem sucedida”, diz o capitão Omar Bail, da Polícia Militar.

O Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016 vai percorrer 329 cidades do Brasil em 95 dias, alcançando 90% da população do país em todos os 26 estados do Brasil, além do Distrito Federal.

Lugares especiais como Fernando de Noronha, Chapada Diamantina, as Ruínas de São Miguel das Missões, Inhotim, Chapada dos Guimarães, Lençóis Maranhenses, entre outros, também estão na rota da Chama Olímpica.