A saga dos imigrantes das diferentes origens que ajudaram a construir a história do Paraná atual é o assunto da peça de teatro de sombras Menestrel Conta a Imigração no Paraná, que será encenada no Oratório de Bach, no Bosque Alemão, na quarta-feira (25/9) e na quinta-feira (26/9). O espetáculo poderá ser visto por toda a família a partir das 14h, com entrada franca.

Durante uma hora, com a ajuda dos personagens Menestrel e Esmeralda, o público é convidado a conhecer e reverenciar o papel de portugueses, espanhóis, negros, italianos, poloneses, alemães, ucranianos e japoneses na formação da identidade paranaense. Para isso, vale-se de heranças culturais familiares a adultos e crianças –  como a música (a congada dos africanos), a culinária (a massa dos italianos) e a arquitetura (os lambrequins das casas polonesas).  

O texto é de Paulo Afonso Souza Castro, Daniele Madri e Marcello Andrade e foi produzido pela companhia Karagozwk, com o auxílio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba. A trilha sonora é de Ulisses Galetto e os cenários e figurinos de Paulinho Maia.

Serviço: Teatro de sombras encena Imigração

Data: 25/9 (quarta-feira) e 26/9 (quinta-feira)
Horário: 14h
Local: Oratório de Bach (Rua Schubert, 175, Bosque Alemão, Vista Alegre)
Para todos os públicos
Entrada franca