16.3 C
Curitiba
sábado, 18 maio 2024

Urbs começa a reforma de 120 estações-tubo em Curitiba; veja quais são as primeiras

Urbanização de Curitiba (Urbs) começa na próxima segunda-feira (11/9) a revitalização de 120 estações-tubo da capital. O projeto, com investimento de R$ 6,4 milhões, prevê a reforma dos pisos e a adequação das portas destinadas a pessoas com deficiência.

Na segunda-feira, entram em obras as seguintes estações-tubo: Alto Boqueirão (sentido Terminal Boqueirão); Terminal Campo Comprido (sentido CIC Norte); PUC (sentido Centro/Rodoferroviária); CIC Norte (sentido Terminal Pinhais); Xapinhal (sentido Terminal Pinheirinho); Parque Iguaçu (sentido Sitio Cercado); Terminal CIC (sentido Maracanã) e Terminal Santa Felicidade (sentido Terminal Bairro Alto).

“O objetivo é dar mais conforto, segurança e acessibilidade aos passageiros do sistema de transporte de Curitiba”, diz Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbs.

Os R$ 6,4 milhões investidos em 2023 se somam aos R$ 6,5 milhões que foram aplicados na reforma de 85 estações-tubo e do Terminal Cabral no ano passado.

Com as novas obras, sobe para 205 o número de estações reformadas desde 2022, o que representa 60% das 338 estações-tubo da cidade. 

Como vai ser feito

Segundo previsão da Urbs, se o tempo ajudar, a reforma destas 120 estações-tubo deve ser concluída em janeiro de 2024. As obras foram divididas em quatro lotes e as estações-tubo ficarão desativadas parcialmente ou integralmente. Os usuários serão avisados por informações em cartazes e Painéis de Mensagens Variáveis (PMV) nas estações-tubo.

Cada revitalização deve durar de quatro a seis dias, em média. Mas alguns pontos poderão ficar desativados de dez a 22 dias, como é o caso da Estação Central (sentido Terminal Capão Raso), com obras previstas para dezembro.

Melhorias

As reformas complementam as melhorias que vêm sendo implantadas no transporte coletivo nos últimos anos, que incluem a inauguração do Terminal Tatuquara e a implantação do novo Ligeirão Fagundes Varela/Pinheirinho, que estabeleceu uma ligação inédita entre o Norte e o Sul da cidade pela Linha Verde, a colocação de paineis fotovoltaicos em terminais, a programação de aquisição de 70 ônibus elétricos até junho de 2024 e ainda a extensão do Ligeirão Santa Cândda/Pça do Japão até o Pinheirinho, em fase final de obras.

Conserto

Nesta quarta-feira (6/9), a Urbs também conclui os reparos nas plataformas do Terminal Boa Vista que foram danificadas por em um acidente envolvendo um biarticulado no último dia 30 de agosto. Foram investidos R$ 14 mil no conserto das plataformas 3, 4 e 5.

Apesar do acidente, equipes da área de manutenção da Urbs trabalharam rapidamente para reorganizar o embarque e desembarque no terminal, que continuou a operar sem interrupções.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 117 | ABRIL/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS