A Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito realizou uma ação orientativa, nos últimos dois dias, para estimular motociclistas a utilizarem a área específica delimitada para eles no cruzamento da Avenida Marechal Floriano com a Rua Marechal Deodoro. 

Novidade no Centro, a chamada motocaixa foi implantada no último sábado (27/7), Dia do Motociclista, para ampliar a segurança viária. O espaço, sinalizado com placas e com pintura no pavimento, permite que as motos aguardem a abertura do sinal verde do semáforo a frente dos demais veículos.

Agentes da Escola Pública de Trânsito (EPTran), José Olavo Rodrigues e Jaime Rodrigo Paula de Oliveira foram responsáveis pelas orientações no local.

“Num primeiro momento, percebemos muitos motociclistas receosos de utilizar o espaço ou que não identificavam a motocaixa por estarem passando pela primeira vez pelo local”, conta Oliveira.

De acordo com ele, também foram comuns motoristas desatentos avançando para a área específica das motos.

“Os motoristas também foram devidamente orientados e percebemos a evolução gradual tanto da parte dos motociclistas como dos demais condutores”, conta. 

Nos próximos dias, equipes da EPTran vão observar o comportamento dos condutores, em horários diversos, para avaliar a necessidade de fazer mais ações de orientação no cruzamento. 

Mais espaço

Iniciativa que deu certo em São Paulo, a área específica para motos nos cruzamentos será instalada em outros cruzamentos de Curitiba até o fim do ano. Os locais escolhidos levarão em conta análise que cruzará informações sobre demanda e número de acidentes com motos. No ano passado, a primeira delas foi colocada na Avenida Victor Ferreira do Amaral, em frente ao Detran Paraná.

O objetivo é melhorar a segurança aos motociclistas, que foram as vítimas fatais mais frequentes no trânsito em Curitiba, no ano passado, de acordo com análise do Programa Vida no Trânsito. Ao longo do ano de 2018, 61 ocupantes de motocicletas perderam a vida em acidentes.