Aplicativo vai informar índice de criminalidade por bairros

O Ministério da Justiça pretende ampliar funcionalidades do aplicativo Sinesp Cidadão, ferramenta que hoje disponibiliza consulta a veículos roubados e mandados de prisão. Em entrevista à Rádio Nacional do Rio de Janeiro, a secretária nacional de Segurança Pública, Regina de Luca Miki, diz que o objetivo é facilitar o acesso às informações de diferentes bancos de dados.

A secretária diz também que os técnicos estão trabalhando em outra funcionalidade do aplicativo, a de monitorar rotas onde cargas são roubadas.

Hoje o aplicativo é muito usado para checar no celular ou tablet informações do banco de dados do Departamento Nacional de Trânsito, onde é possível ver a situação dos veículos. Informação importante, por exemplo, antes de se fazer uma compra.

Regina de Luca Miki diz que é possível também checar através de um nome se existe algum mandado de prisão.

Em casos de retorno positivo, tanto para roubo de veículo ou para o mandado de prisão, o cidadão deve procurar imediatamente a polícia através do telefone 190.