15.4 C
Curitiba
sexta-feira, 24 maio 2024

Cachorra usada para ameaçar vítimas em assaltos é levada para o Crar e irá para adoção em Curitiba

A Guarda Municipal de Curitiba prendeu nesta quarta-feira (10/4) dois homens suspeitos de usar uma cachorra para intimidar vítimas e praticar crimes na região central da cidade. Eles foram presos por volta das 6h na Praça Rui Barbosa, no Centro, após um roubo. A Polícia Civil estava investigando o caso e várias denúncias foram postadas nas redes sociais.

A vítima, um homem que teve o celular roubado na Rua Emiliano Perneta, foi agredida, sofreu lacerações na pele após ser mordida pelo animal e agora está bem.

Após a prisão, os guardas municipais levaram a cachorra para o Centro de Referência de Animais em Risco (Crar), da Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba. Ela está sendo cuidada e avaliada pela equipe. Após ser vacinada e castrada, será colocada para adoção.

“A cachorra estava sendo usada de forma criminosa pelos homens, o animal não tem culpa e não poderia ser abandonada à própria sorte. A vida do animal é importante, ela está saudável e em breve estará apta para adoção. No Crar ela será cuidada e logo poderá ser adotada por pessoas que vão dar carinho, amor e uma nova vida para ela”, explicou o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Ferraz Evaristo de Paula.

Crar

O Centro de Referência de Animais em Risco (Crar) mantém uma campanha permanente de adoção gratuita de cães e gatos. O local funciona todos os dias, das 9h às 11h30 e das 13h30 às 15h30, na Rua Lodovico Kaminski, 1.381, CIC. Nos fins de semana e feriados, o atendimento é em regime de plantão.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS