15.4 C
Curitiba
sexta-feira, 24 maio 2024

Curitiba é finalista do prêmio World Green City Awards com agricultura urbana

O programa de Agricultura Urbana da Prefeitura de Curitiba ganhou mais um reconhecimento internacional. A capital foi selecionada como uma das finalistas do AIPH World Green City Awards 2024, na categoria Viver Verde para Agricultura Urbana e Sistemas Alimentares. O prêmio é conferido pela International Association of Horticultural Producers (AIPH), que reúne produtores de horticultura de todo o mundo.

A indicação destaca o compromisso da capital paranaense em promover práticas sustentáveis e garantir o acesso à alimentação de qualidade para todos os seus cidadãos.

Curitiba é finalista na categoria com Cascais (Portugal) e Munique (Alemanha). O vencedor será anunciado durante o Congresso Mundial da Cidade Verde do Futuro, no dia 25 de setembro, em Utrecht, na Holanda.

Com um investimento contínuo em Agricultura Urbana, Curitiba tem hoje 168 hortas urbanas distribuídas pela cidade, abrangendo hortas comunitárias, escolares e institucionais. Além disso, as Fazendas Urbanas do Cajuru e da CIC (em implementação), com os Jardins de Mel, se destacam como iniciativas inovadoras que contribuem para o fortalecimento da segurança alimentar e o fomento da produção local.

Para o prefeito Rafael Greca, estar entre os finalistas representa uma grande vitória para Curitiba.

“Os programas de segurança alimentar e nutricional de Curitiba promovem o melhor acesso à comida saudável e para todos, abrangendo a implantação de hortas e fazendas urbanas, engajamento comunitário, tecnologias, educação, sustentabilidade, assistência social e desenvolvimento socioeconômico. São iniciativas que têm potencial de ampliação e de replicação por outras cidades”, destaca Greca.

O secretário municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, Luiz Gusi, enfatiza a importância de Curitiba estar mais uma vez sendo reconhecida internacionalmente. “A Prefeitura tem feito grandes esforços para contribuir com a melhoria no padrão nutricional dos curitibanos e com a redução da insegurança alimentar de parte da população. Ver nossos projetos sendo conhecidos e reconhecidos mundo afora é um sinal de que estamos no caminho certo”, afirmou Gusi.

World Green City Awards

A edição de 2024 do World Green City Awards tem sete categorias, com três finalistas em cada. Um deles vai para a final com os demais vencedores de cada categoria.

O World Green City Awards 2024 premia soluções baseadas na natureza cujo poder transformador auxilie as cidades a enfrentar os principais desafios da atualidade.

Além disso, um júri juvenil especial selecionará entre os finalistas um vencedor para receber o Prêmio Juventude. Após a primeira fase de avaliação do Painel Técnico, os 21 finalistas foram apresentados ao júri.

As categorias são: Viver Verde para Agricultura Urbana e Sistemas Alimentares; Viver Verde para a Biodiversidade e Restauração de Ecossistemas Urbanos; Viver Verde para as Mudanças Climáticas; Viver de Forma Verde para a Saúde e o Bem-estar; Vivendo Verde para a Água; Viver Verde para a Coesão Social e Comunidades Inclusivas; e Viver Verde para Infraestrutura Urbana e Habitabilidade.

A cerimônia de premiação do AIPH World Green City Awards 2024 está marcado para 25 de setembro no Royal Jaarbeurs, na cidade de Utrecht, Holanda. A ocasião faz parte do programa oficial do primeiro Congresso Mundial da Cidade Verde do Futuro, que será realizado de 23 a 26 setembro de 2024, com a expectativa de que mais de 3.000 especialistas de todo o mundo participem e compartilhem sua paixão e conhecimento para moldar cidades mais verdes do futuro.

Programas de agricultura urbana de Curitiba

Fazenda Urbana
Inédito espaço no Brasil dedicado à educação para prática agrícola sustentável nas cidades, a Fazenda Urbana, funciona como um centro de conexão entre o rural e o urbano, para transmitir inovação, conhecimentos tradicionais, agrícolas, gastronômicos e de sustentabilidade urbana, ofertando passeios livres, cursos e capacitações.

São duas unidades, no Cajuru, e na CIC inaugurada parcialmente em outubro de 2023. Em uma área de 11.000 m², a fazenda da CIC integra-se ao Parque dos Tropeiros, promovendo práticas agrícolas regenerativas.

Agricultura Urbana
Além da Fazenda Urbana, o programa de Agricultura Urbana de Curitiba promove a segurança alimentar e nutricional na cidade abrangendo hortas e fazendas urbanas, engajamento comunitário, novas tecnologias, educação, consumo e produção sustentáveis, alimentação saudável para pessoas carentes e desenvolvimento socioeconômico.

Hortas Urbanas
Desde 2017, a Prefeitura tem intensificado o apoio aos produtores das hortas através da Unidade de Agricultura Urbana da Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN).

A Prefeitura de Curitiba conta com 168 hortas urbanas, que contam com a contribuição de mais de 37 mil pessoas. Fomentar esses locais é parte de uma política permanente da Prefeitura de Curitiba, através da Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN).

Banco de Alimentos
Criado em 2020, o Banco de Alimentos de Curitiba arrecadou mil toneladas de alimentos até outubro de 2023, beneficiando a população em situação de vulnerabilidade.

Vinculado à Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, o Banco de Alimentos de Curitiba tem ajudado a evitar o desperdício. Ele recebe alimentos próprios para o consumo humano, mas que perderam o valor comercial (têm algum tipo de “machucadinho”). São as chamadas “xepas” de feiras, Sacolões da Família, Mercado Municipal e Mercado Regional Cajuru.

Mesa Solidária
O programa Mesa Solidária, que funciona desde dezembro de 2019, serviu mais de 1,2 milhão de refeições gratuitas até novembro de 2023. São cinco pontos na cidade: Mesa Solidária Luz dos Pinhais (Centro), as Escolas de Segurança Alimentar Patrícia Casillo (Jardim Botânico/Centro), Dom Bosco (Campo do Santana) e Vila Agrícola (Cajuru), além da Cozinha do Centro POP Plínio Tourinho (Rebouças). São 1.100 refeições diárias para pessoas em situação de vulnerabilidade.

Jardins de Mel
O projeto Jardins de Mel visa divulgar a importância da preservação das abelhas nativas sem ferrão, responsáveis pela polinização de cerca de 90% das plantas brasileiras.

Os Jardins de Mel vêm se expandido pelas áreas verdes de Curitiba. Já são mais de 80 locais na cidade com caixas que abrigam colônias de abelhas nativas sem ferrão, que podem ser visitados pelo público, como o Museu de História Natural Capão da Imbuia, o Zoológico, o Passeio Público, o Parque Barigui, o Bosque Reinhard Maack, o Jardim Botânico, além de hortas comunitárias e escolas da rede municipal.

Retrospecto premiado

Desde 2018 Curitiba figura entre as cidades de destaque em prêmios internacionais. Além da indicação como finalista do World Green City Awards deste ano, a capital paranaense já foi reconhecida em anos anteriores por propostas como o Vale do Pinhão e pelo Plano de Retomada Econômica na pandemia:

2023
– Curitiba foi eleita a Cidade Mais Inteligente do Mundo de 2023, segundo o World Smart City Awards, premiação concedida pela Fira Barcelona (Espanha) e principal premiação de cidades inteligentes do mundo.

– Curitiba conquistou o 1º lugar no Fab City Awards 2023, promovido pela Fab City Foundation, uma instituição criada em Barcelona (Espanha) e com sede na Estônia, por seus programas de segurança alimentar, como Mesa Solidária, Fazenda Urbana, hortas urbanas, Banco de Alimentos e Armazém da Família.

2022
Curitiba é uma das seis finalistas mundiais na categoria City Award, com a proposta “Segurança Alimentar e Nutricional – Agricultura Urbana e Desenvolvimento Social”, que incluem iniciativas como a Fazenda Urbana, suas 145 hortas urbanas, Jardins de Mel, Mesa Solidária e Banco de Alimentos.

2021
O Plano de Retomada Econômica de Curitiba foi escolhido como um dos seis projetos mais inovadores no World Smart City Awards 2021 sobre iniciativas relacionadas à covid-19, por contribuir para o sucesso da transformação, adaptação ou resposta da cidade à pandemia.

2019
A capital foi finalista do World Smart City Awards 2019 com o Vale do Pinhão na categoria City Award, o movimento da Prefeitura e do ecossistema de inovação para levar o desenvolvimento sustentável para toda a cidade.

2018
Curitiba foi finalista do World Smart City Awards 2019 com seu Programa de Agricultura Urbana, na categoria Ambiente Urbano, com o projeto horta do Chef, que incentiva agricultores urbanos a venderem parte dos alimentos que cultivam a restaurantes da cidade.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS