O Athletico começou a partida no ataque e teve uma boa chance aos 5′. Davi recebeu pelo meio e tocou para Bissoli, que mandou por cima do gol.

O Operário equilibrou a partida e conseguiu abrir o placar em um contra-ataque. Pavani tocou para Marcelo, que bateu firme.

O time rubro-negro buscou a reação. Em cobrança de escanteio, João Vialle cabeceou com perigo. Mas foi o Operário quem voltou a marcar. Aos 33′, Marcelo aproveitou uma bola que desviou na defesa athleticana e tocou na saída do goleiro Anderson.

Ainda na primeira etapa, Pedrinho fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a finalização de Bissoli, que parou no goleiro Simão.

No segundo tempo, o Athletico seguiu buscando o gol, enquanto o Operário se esforçava mais para parar o jogo e fazer o tempo passar.

Bissoli teve duas boas chances logo no começo, mas parou no goleiro e no travessão. Jader também arriscou um chute da entrada da área, mas Simão segurou firme.

Em cobrança de falta, Bissoli também deu trabalho para o goleiro. E Daniel Cruz teve três oportunidades de finalizar, mas não acertou o alvo.

O gol de honra do Athletico saiu já nos acréscimos. Aos 52′, Juninho recebeu livre na entrada da área e bateu forte e rasteiro, sem chance de defesa. O primeiro gol do volante como profissional do Furacão, fechando o placar em 2 a 1 para os visitantes.