Uma nova geração de curitibinhas agora conhece os integrantes da família mais verde que já existiu na cidade. A antiga Família Folhas, da década de 1990, voltou renovada como um presente de aniversário dos 329 anos de Curitiba.

O relançamento da família mais sustentável de Curitiba foi feito pelo prefeito Rafael Greca, em evento especial no Passeio Público, que contou a presença de estudantes das escolas municipais Professor Brandão, Eny Caldeira e Miriazinha Braga.

A volta da família marca também a nova etapa da campanha para reforçar a reciclagem de Lixo que Não é Lixo e também os programas de sustentabilidade desenvolvidos na cidade (voltados a combater os efeitos das mudanças climáticas).

Os participantes puderam acompanhar uma peça de teatro cura com Seu Folha, Dona Fofô, Fofis e Fifo, da formação original, além da Flora, Fefo (filhos de Fofis) e Folheco (o pet folha de Fifo), as novidades para a campanha em 2022.

Ao lado dos estudantes, o prefeito Rafael Greca acompanhou o teatro e lembrou a importância da pauta ambiental em Curitiba.

Após pedir uma salva de palmas à família e aos responsáveis pela limpeza pública, o prefeito perguntou a opinião das crianças sobre a campanha de sustentabilidade.

“Estes personagens vão visitar as escolas e os CMEIS até que todos tenham na ponta da língua e no coração a ideia de que precisamos de um mundo limpo e sustentável. É o que queremos para o futuro de Curitiba”, contou Greca.

Participaram do evento o vice-prefeito Eduardo Pimentel; as secretárias do Meio Ambiente, Marilza do Carmo Oliveira Dias; da Educação, Maria Sílvia Bacila; da Comunicação Social, Cinthia Genguini; e a presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Ana Cristina de Castro, também acompanharam a apresentação junto ao prefeito.

Após interagir com as crianças, a família partiu em carreata pelas ruas da cidade em caminhões-vitrine, seguidos por caminhões da coleta seletiva com a cara dos Folhas.

LEIA MAIS

Maior e renovada

O refrão Lixo Que Não É Lixo/Não Vai pro Lixo/SE-PA-RE continua o mesmo, mas a campanha de separação de recicláveis tem um novo jingle, além da novidade dos novos integrantes da Família Folhas.

“Encomendei essa campanha, desenhada pelo nosso renomado cartunista e escritor Ziraldo, com uma família ampliada e inclusiva. Todos eles ensinam a não jogar lixo reciclável no lixo comum, a separar corretamente, descartar corretamente lixo tóxico, objetos inservíveis e outros resíduos para termos um planeta melhor no enfrentamento e resiliência às mudanças climáticas”, reforçou o prefeito.

Sucesso

Quase tudo era novidade para os estudantes que estavam no Passeio Público nesta terça. Afinal, eles não eram nascidos nos anos 1990, quando Curitiba deu início ao programa de separação de resíduos e, pela primeira vez, a Família Folhas apareceu para dar mais visibilidade à prática. Mas os pais de muitos deles passaram os ensinamentos para frente.

Isabelly Motta, de 9 anos, estudante do 4° ano da Escola Municipal Mirazinha Braga, estava feliz em conhecer a Família Folhas.

“O meu favorito é o cachorrinho Folheco”, contou Isabelly. “Em casa, nós sempre separamos o lixo e meus pais adoraram quando descobriram que eu aprendo sobre isso na escola também.”

Sua colega Eloah Sophya de Campos, de 9 anos, também entende que é preciso aprender sobre reciclagem. “É muito importante, meus pais sempre me dizem para jogar lixo no lugar certo.” Ela adorou o pequeno Fefo, filho da Fofis e neto do Seu Folha e da Dona Fofô, porque, assim como ela, o personagem também está crescendo e aprendendo sobre diversidade, meio ambiente e qualidade de vida.

Fefo também é o personagem favorito do estudante Benjamin Alves de Vieira, 9 anos, da mesma turma da Escola Municipal Mirazinha Braga.

“O Fefo é muito maneiro porque ajuda o meio ambiente. É muito importante a gente falar sobre reciclagem, porque se não os bueiros entopem e a poluição aumenta”, ensinou o menino Benjamin.