O mês de novembro traz uma série de atrações para os amantes de música. O Conservatório de Música Popular Brasileira, templo da MPB em Curitiba, será palco de 19 apresentações gratuitas, contando também com a realização de oficinas guiadas por grandes nomes da música local.

As tradicionais rodas de música caipira e samba são alguns dos principais atrativos da programação. A roda de choro, marca registrada da casa, também dá as caras uma vez por semana ao longo do mês, como conta o professor de cavaquinho do CMPB, Julião Boêmio.

“Mantemos esse encontro semanal dos ‘chorões’ da cidade para inspirar aqueles que se interessam pelo conhecimento musical e por manter viva a cultura da MPB em Curitiba”, comenta o músico.

Quem senta para assistir se depara com um arco-íris de sons, levados principalmente pelo cavaquinho e pelo violão.

O médico aposentado Mário Lobato da Costa, 65 anos, conheceu a roda enquanto esperava o filho, que faz aula de piano no CMPB. Agora, Mário é uma figura carimbada nas apresentações semanais.

“Essa é a música essencialmente brasileira. Tudo é muito espontâneo, os músicos vão chegando e já começam a tocar. É uma roda de amigos, com músicos de alta qualidade e com um entrosamento incrível”, conta.

Com a palavra, o maestro

Outro destaque da programação do CMPB de novembro é a oficina de arranjo para cordas brasileiras, conduzida pelo diretor musical do projeto Sons Nikkei, João Egashira. O músico também é o maestro da Orquestra à de Corda de Curitiba, que tem sua sede no CMPB.

O objetivo do curso intensivo é a apresentação do pensamento por trás do arranjo deste tipo de instrumentação – cavaquinho, violão, bandolim, etc. Guiando o curso com exemplos escritos e auditivos, o maestro Egashira destaca que a oficina alia a performance e o interesse musical ao estudo da arte.

“É sempre importante passar para a frente informações sobre a nossa música e cultura. É assim que mantemos a arte viva e inspiramos novas gerações a se interessarem pela música brasileira”, disse Egashira.

As inscrições para o curso estão abertas e podem ser feitas no site www.sympla.com.br/cmpb

Programação gratuito do Conservatório de MPB para novembro 
Rua Mateus Leme, 66 – São Francisco

5 de novembro, às 17h
Roda de Samba com o convidado Ricardo Ribeiro
Direção musical: Luis Rolim e Gustavo Moro

7 de novembro, às 17h
Roda de Choro
Direção musical: Julião Boêmio e Lucas Mello

19h
Bate-papo Musical com Clarissa Bruns e Lívia Nestrovski

8 de novembro, às 19h
“Show com Fabiano Tiziu e Grupo Kilânio de Violões”
Local – Conservatório de Música Popular Brasileira

9 de novembro, às 9h às 12h
Workshop com João Egashira – Uma visão geral sobre arranjo para cordas brasileiras
Local: Conservatório de MPB de Curitiba
Inscrições: www.sympla.com.br/cmpb
7,8,11,12,13 de novembro, das 10h30 às 12h
Prática de Conjunto de Samba – Mestre Pixinguinha

10 de novembro, 11h30
Domingo Onze e Meia Especial
Show com MUV – Katia Drumond e Ricardo Verocai

11 de novembro, 19h
História do Choro com Daniel Migliavacca

14 de novembro, às 17h
Roda de Choro
Direção musical: Julião Boêmio e Lucas Mello
 

20 de novembro, às 17h
Roda de Música Caipira
Direção musical – Rogério Gulim, Oswaldo Rios e Junior Bier
Convidado especial – Vicente Ferri

21 de novembro, às 19h
Bate-papo Musical com Terra Sonora
Direção musical: Plínio Silva

24 de novembro, às 11h30
Domingo Onze e Meia
O Jazz Manouche e a MPB
No Brasil, o Jazz Cigano Quinteto é referência do jazz manouche, gênero criado pelo violonista cigano Django Reinhardt na Paris de 1930. Formado por Lucas Miranda, Mateus Azevedo, Vinícius Araújo, Wagner Bennert e John Théo, o grupo pesquisa o estilo e se apresenta em concertos didáticos e festivais do país. Apresentam composições próprias, músicas do estilo e releituras de canções da MPB.

25 de novembro, 19h
Workshop com Alessandra Leão (PE)
Alessandra Leão é cantora, percussionista, compositora pernambucana, reside atualmente em São Paulo (SP).

28 de novembro, às 17h
Roda de Choro
Direção musical: Julião Boêmio e Lucas Mello

30 de novembro, 10h às 13h
AFINA-SE
Local – Praça do Conservatório de Música Popular Brasileira – Jacob do Bandolim