Alviverde fica com um a menos e não consegue passar pelo J. Malucelli

Na tarde deste domingo (13), o Coritiba acabou levando a pior na partida diante do, agora líder, J.Malucelli. No EcoEstádio, a torcida coxa-branca presente ficou na bronca com o árbitro que expulsou Ortega do jogo.

Principalmente na primeira etapa, o Coxa criou boas jogadas, que pararam na trave por três vezes. Mas o J. Malucelli foi eficiente e acabou abrindo o placar. No segundo tempo, o Verdão tentou achar o empate, mas não conseguiu balançar as redes.

“Tivemos inúmeras chances, o Coritiba jogou bem, mas o que vai ficar para a história é o resultado. Conseguimos fazer as jogadas de gol, mas infelizmente levamos o gol de contra-ataque. No segundo tempo eles se fecharam. Nós tivemos postura para sair vencedores, não tivemos competência para empatar, mas criamos para isso”, avaliou o treinador Gilson Kleina.

Agora o Coxa volta suas atenções para o jogo do próximo domingo (20), contra o Atlético-PR. Com a semana cheia, o Verdão volta aos treinos para buscar pontuar na décima rodada do Paranaense.

Três bolas na trave e um castigo

Em relação ao último jogo no Paranaense, a única mudança na equipe foi a entrada de Cesar Benitez no lugar de Henrique, que esteve em negociação com o Náutico. Logo, Gilson Kleina escalou Wilson, Ceará, Luccas Claro, Juninho, Cesar Benitez, Alan Santos, João Paulo, Juan, Dudu, Negueba e Ortega.

Já no primeiro minuto, depois de uma bela jogada de Dudu, Juan mandou um cruzamento para Ortega que subiu para o cabeceio, mesmo sem ângulo, e acertou o travessão. Logo na sequência, o time da casa respondeu com Vinícius. Aos sete, Ortega tentou de novo de cabeça, mas Fabrício defendeu.

O Coxa ia dominando a partida e o J.Malucelli tinha poucas chances de subir ao ataque. A movimentação de Ceará e Juan iam dando oportunidades para o Verdão. Aos 28’, Ceará puxou o contra-ataque e mandou para Negueba, que mandou um chutaço. Fabrício defendeu e a bola ainda bateu no travessão. Pouco depois, na cobrança de escanteio, Alan Santos cabeceou e mais uma vez o travessão parou a jogada alviverde.

Aos 35’, o Coritiba acabou levando o gol. Dudu ficou caído no campo de ataque, o árbitro não marcou nada, Dinélson aproveitou a jogada e lançou Getterson que ficou cara a cara com Wilson e mandou para o gol. Após o placar ser aberto no EcoEstádio, o Coritiba sentiu e perdeu um pouco o ímpeto da partida até o intervalo.

Coxa perde Ortega e não chega ao empate

Na etapa complementar, o Coxa voltou sem nenhuma modificação. O J.Malucelli se fechava e o Coxa buscava o empate, no entanto, diferente do primeiro tempo, a partida ficou mais nervosa.

Aos 15 minutos, o treinador Gilson Kleina promoveu a entrada de Vinícius no lugar de Benitez. Aí veio o pior lance do jogo. Jorge Ortega foi derrubado próximo à área e o árbitro do jogo assinalou simulação e deu o cartão amarelo. Como era o segundo, o paraguaio foi expulso da partida, para revolta da torcida coxa-branca presente no EcoEstádio.

Com um a menos em campo, o Coxa precisou se reinventar. Thiago Lopes entrou em campo no lugar de Dudu e depois Leandro no lugar de João Paulo. Aos 38’, Alan Santos chutou e a bola bateu na zaga do J.Malucelli. Na sequência, Negueba cruzou na área, Luccas Claro cabeceou e o goleiro Fabrício se jogou para salvar o que seria o gol de empate.

Depois disso, na cobrança do escanteio, Luccas de novo ficou com a bola e a bola desviou e foi pela linha de fundo. No fim do jogo, pressão alviverde, mas sem sucesso. Fim de jogo na nona rodada do Paranaense.

Próximo compromisso

Depois de enfrentar o J.Malucelli, que agora é líder da competição, o Coxa terá pela frente mais um desafio. No próximo domingo (20), a partir das 16h, o clássico Atle-Tiba movimenta a 10ª rodada da competição estadual.

 

Fonte: Site oficial do Coritiba