18.2 C
Curitiba
sábado, 18 maio 2024

Coxa sofre revés do Belgrano

O Coritiba enfrentou os argentinos do Belgrano, nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, no Couto Pereira, na noite desta quarta-feira (21). O jogo foi muito difícil para o Verdão, que acabou sofrendo o revés por 2×1

O gol coritibano foi marcado por Leandro, no segundo tempo, de pênalti. Na primeira etapa, Kazim desperdiçou uma cobrança da penalidade máxima. Já do lado dos argentinos, Bieler e Luján assinalaram.

“Tivemos dificuldades, os desfalques pesaram, a responsabilidade foi grande, e deixamos a desejar. Não praticamos um bom futebol, não merecemos vencer. Temos 90 minutos. Podemos ter a volta de alguns jogadores. O primeiro gol pesou muito, de uma boa equipe adversária. Não conseguimos manter um time. É difícil, o calendário, e isso dificulta muito também”, declarou o treinador coxa-branca Carpegiani em coletiva de imprensa, que ainda fez questão de se desculpar com a torcida alviverde.

Alviverde busca espaços em campo, mas sofre com argentinos

Após muita expectativa e uma grande festa das duas torcidas, a bola enfim rolou no gramado do Couto Pereira. A grande novidade na escalação do Coritiba foi a presença do prata da casa Ícaro.  O jogador tinha a incumbência de trabalhar ao lado de Juninho e Nery para ajudar na saída de bola.

O Coxa foi surpreendido logo aos três minutos de partida. Romero ganhou a bola de Ícaro na linha de fundo e rolou para Bieler, o argentino pegou de primeira e acertou o ângulo de Wilson. Abrindo o placar no Couto Pereira.

O gol relâmpago do Belgrano no Couto Pereira mexeu com o Coritiba. Como é característico do futebol argentino, a equipe de Córdoba trocava passes rápidos e também abusava da demora nas reposições de bola.

O time coxa-branca encontrava inúmeras dificuldades na criação de jogadas. Aos 20’, Kazim ganhou da zaga adversária e lançou para Leandro. Livre, o atacante acabou escorregando na hora em que ia sair da cara do gol.

Na sequência, após bate e rebate dentro da área do Belgrano a bola sobrou limpa para Alan Santos. O camisa cinco soltou a bomba, mas a bola explodiu no peito de Olave que salvou os argentinos.

Aos 38’, Yan pegou o rebote de bola dentro da área e chutou forte, a bola explodiu no braço do zagueiro do Belgrano. Pênalti corretamente marcado pela arbitragem. Kazim foi para cobrança e chutou rasteiro no canto esquerdo, Olave fez grande defesa e evitou o empate do Coxa.

Coxa desconta com Leandro

No segundo tempo, o técnico Paulo César Carpegiani promoveu as entradas do meio campista Cesar Gonzalez e do atacante Iago. Deixaram o gramado os meio campistas Alan Santos e Yan Sasse.

Mas o Belgrano jogou um balde de água fria no time coxa-branca. Aos quatro minutos, Guilhermo cobrou falta da direita, Bieler tocou de cabeça e mandou no ângulo de Wilson, aumentando a vantagem dos argentinos no Couto Pereira.

Com grande desvantagem no marcador, o Coxa tentava se organizar e chegou com Iago, pelo lado direito que soltou a bomba, mas Olave se esticou todo e evitou o gol da equipe coritibana no Alto da Glória.

O time do Coritiba conseguiu descontar aos 29 minutos. Kazim foi derrubado dentro da área e a arbitragem marcou pênalti. Leandro bateu forte no centro do gol e descontou, acordando a torcida do Coxa no Alto da Glória.

Buscando o empate, Carpegiani promoveu a entrada do atacante Evandro na vaga de Leandro, tentando dar um gás no setor ofensivo. O Coxa até correu em campo, mas foi anulado pelos argentinos que seguraram a vantagem no placar até o apito final.

Próximos jogos do Coxa

O Coritiba enfrenta o Palmeiras, no sábado (24), a partir das 16h, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro. Depois disso, viaja a Córdoba, na Argentina, onde enfrentará novamente o Belgrano, desta vez em jogo decisivo, que vale vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana.

Fonte: Site oficial do Coritiba

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 117 | ABRIL/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS