15.4 C
Curitiba
sexta-feira, 24 maio 2024

Curitiba recebe R$ 99,5 milhões para investimento em assistência e infraestrutura do SUS

O município de Curitiba recebeu R$ 99,5 milhões do estado do Paraná nesta sexta-feira (3/2), em solenidade no Palácio Iguaçu. A verba foi repassada para investimento na saúde.

O repasse beneficia hospitais filantrópicos que prestam serviços para o Sistema Único de Saúde (SUS), além de permitir a compra de ambulâncias e veículos para a Estratégia da Saúde da Família (ESF), entre outras ações.

O prefeito em exercício de Curitiba, Eduardo Pimentel, agradeceu ao governador Carlos Massa Ratinho Junior pelos recursos destinados à saúde e destacou o apoio ao município durante a pandemia de covid-19.

“Agora, a Prefeitura de Curitiba vai trabalhar rapidamente no repasse para fazer com que o dinheiro chegue na ponta, para quem mais precisa”, disse Pimentel, ao falar da rede de hospitais filantrópicos.

Segundo a secretária municipal da Saúde, Beatriz Battistella, o aporte anunciado de R$ 40 milhões trará mais equilíbrio aos hospitais, que estão operando em capacidade máxima e com financiamento insuficiente.

“Também vamos utilizar os recursos para iniciar a renovação da frota de ambulâncias que integram o Samu”, adiantou a secretária.

“Estamos investindo nas cidades, na infraestrutura de atendimento, em equipamentos, veículos, novos ambulatórios”, afirmou o governador.

Rateio

Do total de recursos, R$ 40 milhões são um aporte adicional para 84 estabelecimentos que prestam serviços ao SUS de Curitiba. O pacote de investimentos inclui um repasse de R$ 2,5 milhões para a compra de 15 ambulâncias de suporte básico.

Outros R$ 16,9 milhões vão para a Média e Alta Complexidade, para apoio e diagnóstico de consultas e exames de todas as linhas de cuidado.

Foram liberados R$ 850 mil para o atendimento a queimados no Hospital Evangélico, além de R$ 302,7 mil do Programa Estadual de Fortalecimento da Vigilância em Saúde (Provigia).

Mais de R$ 9,1 milhões serão usados para a aquisição de 24 veículos para a Estratégia da Saúde da Família (ESF). Com isso, todas as equipes terão pelo menos um automóvel.

Outros R$ 5,9 milhões estão previstos para a compra de equipamentos e mobiliários para as unidades de saúde. Mais R$ 2,7 milhões serão revertidos em equipamentos de saúde bucal, de cadeiras a instrumentos usados nos atendimentos odontológicos.

Também foram assinados novos convênios para aquisições de equipamentos e mobiliários em cinco unidades de saúde que prestam atendimento em Curitiba.

No caso, serão R$ 3,6 milhões para a Fundação de Estudos das Doenças do Fígado; R$ 3,1 milhões para a Liga Paranaense de Combate ao Câncer; R$ 4,7 milhões para a Santa Casa de Curitiba; R$ 3,6 milhões para o Hospital Universitário Evangélico Mackenzi; e R$ 5,8 milhões para o Hospital Pequeno Príncipe.

A verba possibilita adquirir veículos utilitários, camas e macas elétricas, monitores, equipamentos para raio-x, ultrassom e tomografia, refrigeradores para medicamentos e vacinas, serras e perfuradores para procedimentos ortopédicos e cardíacos e câmaras frias, por exemplo.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS