O Paraná Clube mais uma vez deixou escapar a chance de entrar no G4. Em casa, diante do Cuiabá-MT, o Tricolor ficou no 0x0. O time saiu reclamando demais da arbitragem, mas valorizando o ponto somado e a ótima atuação do capitão Thiago Rodrigues, que até pênalti defendeu. Apesar do longo jejum de vitórias na Vila Capanema, o Paraná segue próximo da área do acesso, a apenas um ponto do 4º colocado.

A jornada começou de forma complicada. O lateral Sueliton – que seria titular – foi vetado na véspera do jogo. Para piorar, no aquecimento o meia Vitinho torceu o tornozelo e, às pressas, foi substituído por Alesson. O Cuiabá soube explorar essa instabilidade e criou algumas boas oportunidades, com Felipe Marques e Rodolfo. Mas, aos 23 minutos, os rumos poderiam ter mudado.

Bruno Rodrigues, na área, foi derrubado. O árbitro não marcou a penalidade máxima. Apesar de raras investidas de Jenison e Bruno Rodrigues, o Paraná não incomodou mais a meta de Victor Souza. Um cenário que fez Matheus Costa mexer no time já no intervalo. Fernando Neto entrou na vaga de Luiz Otávio, na busca por mais dinamismo no setor de meio-campo.

Só que logo aos 3 minutos, foi Rodolfo – atacante do Cuiabá – quem carimbou o travessão. Vendo a necessidade de buscar uma nova estratégia ofensiva, Matheus Costa colocou em campo Pimentinha e Judivan. O Paraná passou a rondar de forma mais efetiva a área adversária, mas sem uma finalização efetiva. Aos 29 minutos, Judivan fez a jogada pela direita e bateu cruzado. A bola cruzou toda a pequena área, sem que ninguém mandasse pra rede.

Thiago Rodrigues voltou a mostrar reflexo num chute de fora da área de Felipe Marques. O goleiro ainda brilharia aos 43 minutos. Numa disputa de bola entre Bruno Rodrigues e Escudero, o árbitro Luiz César de Oliveira Magalhães “viu” pênalti. Mas, Thiago Rodrigues fez uma grande defesa na cobrança de Paulinho. No abafa final, o Paraná ainda tentou, mas sem inspiração nas finalizações e o jogo ficou mesmo no 0x0.