15.4 C
Curitiba
sexta-feira, 24 maio 2024

Prefeitura de Curitiba presta atendimento após fortes chuvas

O grande volume de chuva que caiu na capital nesta quarta-feira (18/1) provocou estragos em algumas regiões da cidade. Segundo dados da estação meteorológica da Defesa Civil de Curitiba, localizada no bairro Batel, foram registradas precipitações acumuladas de 56,1 mm, entre 15h e 17h30, com rajadas de vento de até 24,5 km/h. Equipes da Prefeitura trabalham para minimizar os danos.

Os bairros mais afetados foram o Cabral, Alto da XV, Centro e Bairro Alto. De acordo com a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, não houve feridos, desabrigados ou desalojados na cidade.

Foram registradas 55 ocorrências – alagamentos (17), danos estruturais (2) fornecimento de lona (1), quedas de árvores (34) e uma queda de fios de energia (1).

As equipes da Prefeitura seguem nas ruas prestando atendimento. A Defesa Civil de Curitiba também continua monitorando as situações para eventual intervenção e acionamento dos órgãos competentes.

Chuvas de verão

Uma das características do mês de janeiro é a grande concentração de chuvas, que ocorrem de forma acentuada e em curtos períodos de tempo, com a possibilidade de provocar alagamentos pontuais.

Segundo o alerta emitido pela Defesa Civil Nacional, com base nos dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), no período de 16/1 a 23/1, a região de Curitiba deve sofrer com chuvas intensas e localizadas, com volumes acima da média para o período.

Operação La Niña

Desde o início do verão, a Defesa Civil de Curitiba atua no monitoramento do clima e no atendimento às ocorrências na Operação La Niña, que foi batizada com esse nome em virtude do fenômeno climático que afeta o país pelo terceiro ano consecutivo e que compreende na diminuição da temperatura da superfície dos oceanos, o que pode ocasionar a ocorrência de tempestades com rajadas fortes de ventos e ainda a possibilidade de precipitação de granizo. A operação que começou em dezembro segue até o dia 20 de março.

Central 156

O cidadão que precisa comunicar a Prefeitura sobre estragos provocados pelas chuvas deve utilizar o telefone 156 da Central de Atendimento ao Cidadão, o site (www.central156.org.br) ou o aplicativo do serviço disponível na Apple Store e Google Play Store. O atendimento é feito por ordem de chamada e também de acordo com a gravidade da situação relatada.

A Defesa Civil registra as ocorrências que chegam ao município pelo telefone de emergência 199 (alagamentos), pelo 156 (Central de Atendimento ao Cidadão, que registra as solicitações para retiradas de árvores) e pelo 153 (Centro de Operações da Guarda Municipal para fornecimento de lona).

Outras situações decorrentes de chuvas ou temporais podem ser atendidas pelo Corpo de Bombeiros (193 – resgate) e pela Copel (falta de luz).

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 118 | MAIO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS