13.7 C
Curitiba
quarta-feira, 24 julho 2024

Chocolate em Cariacica!

O Furacão soprou forte no Espírito Santo! Com uma grande atuação, o Athletico dominou o Flamengo e venceu por 3 a 0, com autoridade e sem contestação. Cacá, Alex Santana e Vitor Bueno marcaram, em uma noite de brilho coletivo e muitos destaques individuais.

Léo Linck foi, de novo, um paredão. Thiago Heleno e Cacá, uma dupla invencível na zaga. Zapelli ajudou a ditar o ritmo no meio de campo. E Vitor Bueno foi o craque do jogo, comandando a criação, finalizando com perigo e fechando o placar em cobrança de pênalti.

Com o triunfo, o Furacão chega a 37 pontos e volta ao G6 do Brasileirão. A 23ª rodada prossegue até o próximo sábado (16).

O Jogo

Os primeiros minutos foram de um jogo truncado, com poucas chances de gol. Léo Linck ajudou a conter o ímpeto inicial do Flamengo com duas boas defesas, em chutes de Gabriel e Everton Cebolinha. O Athletico chegou em um chute de fora da área de Hugo Moura e em finalizações de Vitor Bueno e Cuello.

A partir da metade do primeiro tempo, o Furacão tomou o controle da partida. E aos 26’, Zapelli tocou para Vitor Bueno, que chutou de longe. A bola desviou em Pedro, Matheus Cunha defendeu e Cacá apareceu para pegar o rebote. Bola na rede e placar aberto!

O time atheticano ainda teve mais uma oportunidade em um cruzamento de Vitor Bueno para Madson, que finalizou de carrinho e fez o goleiro trabalhar de novo. O Flamengo só conseguiu ameaçar em uma cobrança de escanteio que Léo Pereira desviou e Madson salvou em cima da linha.

Na etapa final, o Athletico administrou a vantagem, controlou o jogo e soube se impor para assegurar a vitória. Logo no começo, Vitor Bueno quase marcou em mais um chute de fora da área, mas bola saiu por cima do travessão.

Aos 19’, Gabriel disputou a bola com Cuello e acertou uma cotovelada no rosto do atacante athleticano. O árbitro deu cartão amarelo, mas após rever o lance com o VAR mostrou o vermelho ao jogador do Flamengo.

A partir daí, só deu Furacão. Em ótimo cruzamento de Esquivel, Pablo cabeceou e Matheus Cunha defendeu. E aos 38’, Willian tentou o passe para Pablo, Léo Pereira cortou e a bola sobrou para Alex Santana, que pegou de primeira e mandou uma bomba: 2 a 0!

Já nos acréscimos, aos 47’, o nosso Rubro-Negro fechou a conta. Vitor Bueno cruzou para Pablo, Matheus Cunha defendeu e, no rebote, Rômulo foi derrubado por Everton Ribeiro. Pênalti! Vitor Bueno merecia marcar o seu nome no placar e não desperdiçou a chance. Cobrança precisa, para fechar uma noite praticamente perfeita!

Clube Athletico Paranaense
Clube Athletico Paranaensehttps://athletico.com.br/
Clube Athletico Paranaense é um clube de futebol brasileiro, da cidade de Curitiba. Foi fundado em 26 de março de 1924, a partir da fusão do International Foot-Ball Club e do América Futebol Clube. Suas cores tradicionais são o preto e o vermelho, que lhe rendem a alcunha de rubro-negro.

Relacionados

EDIÇÃO IMPRESSA Nº 121 | JULHO/2024

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS